Coisas maravilhosas como preconceito, assassinatos, acidentes, catástrofes, guerras, conspirações e civilizações avançadas exterminadas por JANX.

sociedade

Outro trabalho de produção em inglês

83765370

Como amo esses trabalhos.

The Untold Case

   Detective Inspector Widelson

DAY 1

3 AM

It is a stormy night, the wind blows hard, the branches hit the windows, the blinds hit the walls. The storm muffles the screams and the glass breaking, after some minutes there is only silence and the smell of death.

8:03 AM

The mother comes and despairs over the lacerated body of her daughter, Lucimary. She runs to the phone.

11:57 AM

The police arrives and there are three people on the scene: Muriel, the mother, Amanda, Lucimary’s best friend and Pancho, Amanda’s boyfriend. Detective Inspector Widelson arrives on the scene minutes after the police.

The Lukawlawahe family was known for their… Peculiarities, in the whole town.

The victim.

Lucimary. She was a very unique, mediocre and sad, sad, monstrously sad little thing. An schizophrenic, hypochondriac, damn ugly and utterly dependent on others’ attentions.

The mother.

Muriel. What can we say? Redhaired, possessive, jealous, nymphomaniac, control-freak, known for her conjugal unfaithfulness.

The drunk.

Eustace. Lucimary’s father. Cheap, constantly drinking to forget the problems of his life, has a brother, Jack. And his only fun is drinking his Virgin’s Sweat¹ and admiring his Oriental Knives Collection.

The best friend.

Amanda. Jealous, has the beauty of a festered² knee, envious and is Pancho’s fiancée.

The stalker.

Pancho. Is a member of a prominent gang. Has a peculiar wooden eye, obsessive and he is rumored to have killed at least three people.

The dolphin hunter.

Uncle Jack. Has a scar side to side on his face. Uses an eye-patch, lost his hand and his eye when a white dolphin attacked his boat and since then he spends his days and sleepless nights watching the ocean in the docks, awaiting for the moment when he finally sees the white dolphin again and can have his revenge. Oddly enough when he finally rests he listens to David Bowie.

12:06 PM

Detective Inspector Widelson examines the scene, he enters the living room; it is one of those mansions where the first floor has no ceiling and there are stairs leading to the second floor; the mirrors on the walls are all broken, the coffee table has two broken legs, there is broken glass, a mop and a bucket with blood stains, a lot of hair, scratching marks and broken bottles everywhere; there is a wooden chair impaled through the sofa, which is on top of the chandelier, that is gently swinging. The body is laying on the floor directly below it; he looks at the body. It is bent and her left heel is touching her right shoulder, there is a huge tear on her torso that seems to be made by a hook. Only her left eyelid is open and there is a hammer stuck there; there are cuts and bruises all over her body but mainly on her elbows and notably there are twenty apparent stabs on her back. Clear signs of fighting.

 12:22 PM

Detective inspector Widelson finishes examining the scene, he asks a police officer:

- What have you found on the scene?

- Detective inspector, you’ll be surprised with what we found here: We found a huge fishhook inside the right eye socket, a Oriental Kitchen Knife that apparently slid under the cabinet and a half empty Virgin’s Sweat broken bottle.

- Is that all? – Said the Detective Inspector Widelson.

- No, we found a nine inch pink dildo beside her. It looks like it was used, only the exams will say. And these letters inside the sofa.

- Which sofa? – He takes the letters.

The officer points to the sofa stuck on the chandelier.

- I see. – The Detective Inspector Widelson replied.

01:38 PM

Detective Inspector Widelson interrogates the mother that cries strange tears.

- Where were you – ma’am – this night?

- With my husband, mister!

- Where exactly?

- At home.

01:42 PM

- Where were you, miss Amanda, this night?

- With my boyfriend, at a party with his gang-family, I mean!

01:44 PM

- I’m crazy to hear about where you were…

- Just as my honeybunny said. – Pancho say it sobbing.

- And where was that?

- At my family’s house. – And bursts into tears, kneels and screams.

02:40 PM

Detective Inspector Widelson lights a pipe, sits comfortably on the couch and starts going through the letters.

02:47 PM

One interesting letter from her mother gets his attention.

“…you know how I feel about your drunken father, I need some really trong bad boy like Pancho. So you listen carefully: if you give him so much as a look you wont be able to regret it afterwards. Your dear loving mother, Muriel”

One from her best friend.

“Why can’t you listen to me? You need help, sweet pie. I know some great doctors in town who can help you with a many medicines that will keep you calm and quiet. And you will stop crying and laughing at the same time… No one can take you and your ‘mimimi’ anymore! You must do something, or we will.”

One – bizarre – from Pancho.

“I can’t stop thinking of you and your giant underwear, I want to feel you and your dildo. Soon. Please. I need you. I want you.”

A last one from Jack to Eustace, from the day before, which seems to have gone to the wrong address.

“…I still couldn’t find that damn dolphin! I swear to God I’m gonna kill someone if I don’t find him tonight. That daughter of yours looks like perfect target practice for my harpoons.”

11:02 PM

Detective Inspector Widelson, stuttered at the case, goes home.

DAY 2

9:23 AM

Detective Inspector Widelson arrives at the crime scene, and a police officer informs him that Pancho tried to invade the house that night, being promptly arrested and denying to answer why he was there.

10:42 AM

Detective Inspector Widelson receives word that Jack was found dead at the docks.

15:17 PM

Jack’s family were notified by Detective Inspector Widelson. Entering the house to have some coffee during the bad news.

- So… Thank you for the coffee. What I am going to say right now is terrible.

- Is uncle Jack dead? – Muriel asks.

- Well… Yes. You’re, strangely, right. How come you made that guess? – Detective Inspector Widelson suspectingly asks.

- Is it true? – “Surprised”.

- Yes, indeed. His body was found floating in the docks with a rope around his neck.

Eustace doesn’t say a word, he has only tears in his cheeks. Goes to his room with his collections and toys. Detective Inspector Widelson follows him, very quietly – like if he was just going to the bathroom, and noticed the three missing Oriental Knives from the Oriental Knives Collection.

DAY 3

12:01 PM

Pancho is released from jail due to the lack of evidence.

DAY 4

22:50 PM

- Eustace! I’m tired of calling you. – Yells Amanda, who is waiting for dinner.

Not a single sound.

- Eustaaace!!! – Why don’t you take a bath you old man… You stink! – Says it opening the door.

And a yell in middle of the night:

- Oh good heavens!!! – Amanda covers her mouth and calls for Muriel when she sees the body of Eustace, lying on the floor.

By the end of the night they found that he has been dead for three days.

¹ Virgin’s Sweat: An exotic drink. Ingredients: 1 glass of tangerine juice,  ½ glass of aguardente,  1/3 glass of condensed milk. How to prepare: put it all in the blender with ice.

² Fester: putrefy, canker, rot, decay.

 The ending of The Untold Case

 

DAY 5

03:42 AM

Detective Inspector Widelson notices there is a cable on the wall of the living room leading to a hidden camera. Moments later they followed the cable and found a recording device with a tape. They rewind the tape, sit and watch it. It begins with Pancho setting the camera and throwing a kiss with a lunatic’s face to it, he goes out and nothing happens. Detective Inspector Widelson fastfowards it and Lucimary comes downstairs crying with the letters on her hands and she hits them on her head yelling and stuffs them into the sofa, suddenly she starts running in circles and screams. She goes out of the camera’s view and comes back with a cement panel on which are three Oriental Knives glued. She places it on the floor and starts jumping on it backsided. She does it seven times, she gets up and one of the knives is stuck on her and she doesn’t notice it. She takes the panel away and comes back with the mop and the water bucket and cleans the blood off the floor. She moves away from the camera again and comes back with the chair, and starts swinging it on the mirrors and bottles, infuriated she stabs the chair three times on the sofa, on the fourth time she pierces it and leaves it there. Soon, she tries to lift the sofa but is unable to and breaks the coffee table’s legs and uses it to carry the sofa upstairs, there she places the table as a ramp and pushes the sofa through the chandelier, she grabs the table and jumps on the sofa which is stuck on the chandelier but drops it and starts screaming and pulling her hair; she pulls a pink dildo from her pants and spits on it, and soon drops it. She swings the chandelier, gains momentum and jumps to the stairs, where she rolls downwards and ends up right below the chandelier and remains motionless, the knife is no longer stuck on her back.

Detective Inspector Widelson frowns and covers his face with his hands. He fastforwards it and Muriel appears, holding a bottle of Virgin’s Sweat, terrified with the moment, she drops it and runs to the phone, Pancho and Amanda arrive in a few minutes. They sit and talk and suddenly Jack slams the door, hugs Muriel and proposes her marriage. She says ‘no’ and threatens him. Pancho has not stopped crying since they arrived.

Days later, some witness goes to the Police Department and tells that he saw old Jack on the docks staring at the ocean, as always, when he suddenly cried out: “- It’s enough!” and would finally give up his hunt for the white dolphin, turned around and started walking away when he stumbled on some ropes and fell in the water. When the witness finally got there it was too late.

A year later the exams finally arrive from the lab showing that the dildo hadn’t been used for six months. And that our dearest, drunk, Mr. Eustace died from an alcoholic coma.

Observation after the case: The day that Lucimary’s death was reported on the newspaper, her neighbours had a barbecue uniting the whole community. And later nominated as the Party of the Year by The New York Times, The Washington Post and G-Magazine.


Trabalho de Produção Oral e Escrita em Língua Inglesa

A faculdade como um todo tomou muito do meu tempo e do meu ânimo pra ter saco para fazer qualquer coisa útil, entretanto nunca tirou a minha vontade de trollar, sacanear ou aproveitar de um tema para abusar da ridícula criatividade da qual sou dotado.

Tendo uma disciplina como essa, tive a oportunidade de fazer uma propaganda sobre Rapist Glasses em vídeo e escrever um conto de fadas porque a professora é uma não-vencedora que passa seu tempo de divorciada fora da faculdade assistindo filmes de comédia romantica ou romances baratos, como o filme da cinderela ou sei lá o quê, como ela é dotada de uma criatividade profundamente não grande, ela nos deu como trabalho final escrever um conto de fadas em inglês, qualquer conto. Deixo aqui a minha obra prima, um pouco inspirada em Monty Python.

Segue o quote com o arquivo como foi impresso para entregar a ela:

Little Red Riding Hood, as told by Montgomery Solidified Snake

Once upon a “the inevitable progression into the future with the passing of present events into the past”, also known as “time”, there was little house in a dark forest. In this house, lived a humble woodcutter and his wife, both were feeble and  apparently anemic, and their daughter.

The couple were weak due to unknown causes, possibly some sort of genetic disease, however their daughter was seven feet tall, had long and strong arms, long and strong legs, her bosom barely developed, and strangely, on her face, grew a most uncommon and large bulky sort of hair, that resembled that of the most gruesome and uncivilized Vikings, barbarians and lumberjacks. While the woodcutter and his wife could barely saw or chop some firewood per day, their daughter – Little Red Riding Hood – could amazingly break whole logs with her knees, ground colossal trees with mere punches and gnaw rocks, iron and trees to suit her needs.

And in the middle of this deep dark forest, there lived a vicious wolf of the Canis lupus familiaris species.

One day Little Red Riding Hood set off to take some grilled beef and toasted deer meat to her grandmother, who lived deep in the forest, while going to her grandmother’s house, she spent her time not singing, leaping and whistling, but punching and kicking trees, and gwnawing at the occasional bear, for it was a peaceful forest. After some time Little Red Riding Hood had to wipe her nose on a log, she was unpleasantly surprised at the possibility of having catched a cold.

The vicious and voracious wolf saw Little Red Riding Hood and thought “She looks very good to eat!”, ran towards her, stopped at her feet, looking upwards to her tall bearded face and asked “Where are you going, my pretty one?” with a tenacious and famished voice.

“Oh, kind sir, to my grandmother’s!” replied her, with the sweetest voice of an angel.

“Ha! Ha! Ha!” cried the wolf and dashed off through the forest, towards the grandmother’s house.

Arriving at the grandmother’s house, a little wood house with smoke coming out of the chimney,  the wolf with great subterfuge circled and sniffed through the house, trying to scare the poor grandmother.

“Knock-knock-knock!” went the wicked wolf. The door opened wide, but it wasn’t grandmother who opened it, it was Buzz Aldrin, America’s number two spaceman, for this was not grandmother’s little house at all, but the headquarters of NASA, the americans space research agency. The wicked wolf was shot by security guards while Buzz Aldrin placed the flag of the United States of America on its corpse. So all was quiet in the forest again.

The humble woodcutter and hist wife sold their story to Warner Brothers for forty two thousand dollars and their daughter to a suspicious Russian entrepreneur for twenty thousand liters of vodka and some potatoes. NASA agreed to limit the number of nuclear tests in granny’s little house to two on Thursdays and one on Saturdays, after tea. With the money the humble woodcutter bought a Porsche and drove it through a bus station after drinking four kegs of vodka and died on his way to the hospital, his wife dropped a lantern on the wooden floor of their house, after spilling a keg of vodka, her burned corpse was later recovered by some C.I.A. agents and never heard from again.


3 meses e meio de um homem morando sozinho.

Depois de um enorme tempo sem contribuir com nada de relevantemente útil aqui, não por falta do que postar, porque tenho muito, por falta de tempo e vontade na maior parte do tempo.

Então vamos resumir os últimos 3 meses e meio de faculdade em alguns fatos cotidianos aos quais eu não estava acostumado, porém creio que não são exclusivos à minha pessoa.

A princípio foi o período da minha vida, melhor momento de todos, tudo parecia perfeito, sabendo que eu saí dos 20 anos de inferno e vim para a terra, eu na hora disse “EU MEREÇO INTERNETS DE 10MB.”, na verdade eu merecia ser deus, e eu sou, até certo ponto, porém 10mb de internet pareciam bons o suficiente, liguei meu computador na TV, usando o modo luxuoso, comprei um sofá absolutamente divino e preto por míseros 850 dilmas, foi muito maravilhoso. Logo no segundo dia morando sozinho, minha TV/monitor queima, e eu fico à mercê do destino; digamos que plugs do fio-terra não devem ser forçados em tomadas comuns com dois furos redondos e dois compridos. A comida em casa foi aos poucos acabando e sem dinheiro pra poder comprar mais no mercado, comecei a ter que cogitar almoçar na faculdade, no RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO, ou refeitório, não sei.
Até que a comida acabou e eu TIVE que começar a almoçar lá. A comida não é ruim, comparado ao preço de 2,50, entretanto a comida também não é boa. Ela é abusivamente sem gosto. Sem sal. Sem gosto algum, sem textura. Sem tempero. Sem nada. E se chegar muito tarde, a comida é até sem comida. Até mesmo o suco do RU é um mistério, é algo estilo suco do chaves, de limão, cor de laranja e com gosto de abacaxi, é um desafio descobrir de que é o suco, mesmo bebendo ele. Aos poucos eu fui aprendendo que cada comida fica 5% melhor a cada 3kg de sal do RU, e então comecei a ir experimentando em todas as comidas, e descobri que TUDO no RU fica melhor com o sal, até o suco.

Vivendo como um universitário comecei a adquirir novos hábitos, como quando não tiver nada pra beber em casa, comprar bebidas alcoólicas. Descobri que comprar whisky e vodka não são hobbies, prazeres ou desperdício de dinheiro, são investimentos futuros que se faz para melhor aproveitar as noites.

Descobri que existe gente MUITO BIZARRA no mundo, MUITA GENTE ESTRANHA, e eu descobri que existem muito mais homossexuais no mundo do que eu pensava; chega a ser triste poder contar nos dedos o número de homens heterossexuais que estudam no meu prédio. O lado bom disso é que a competição é muito mais baixa. HEH!

Vivendo e aprendendo na cidade quasi-grande fui descobrindo o caminho milenar dos ônibus, aprendi que não importa a hora que você sai de casa, sempre chega na parada e o ônibus está saindo, vazio, e quando o outro chega tem outras 90 pessoas se empurrando para entrar nele. Também descobri que é muito desagradável pegar ônibus no final da tarde junto com pedreiros. Muito desagradável.
Mas nessa vida de pegador de ônibus descobri que existem motoristas puramente hardcore: não freiam nas curvas, nunca andam a menos de 87km/h, não páram para ninguém nas paradas, principalmente quando você está pulando desesperado porque aquele é o último ônibus da noite, e em horários de pico, o motorista simplesmente anda a 94km/h nna rua e abre as portas pra quem quiser sair.
Também vi que existe muita gente burra que não sabe passar na droga da catraca e gente retardada que usa o cartão do ônibus há anos e ainda não sabe como faz pra ele funcionar de primeira, e ficam tentando 5 vezes, enquanto todo mundo fica na escada do ônibus esperando feito um tapado, e descobri que, não importa o quão vazio o ônibus está, se você é homem, uma velha gorda e feia vai sentar do seu lado, se você é mulher, um pedreiro sujo/um velho/um carpinteiro vai sentar do seu lado; vai sentar olhando pra você e dando um sorrisinho de “DO WANT.”

Aprendi que postos de gasolina são os piores lugares do universo pra comprar qualquer coisa, padarias ás vezes são mais caras que o carrefour e descobri que VAT 69 é o melhor whisky já criado pelo homem.

Descobri que sou nato na arte de cozinhar comidas deliciosas e descobri que a melhor comida é aquela que você coloca whisky ou vodka só pra dar uma variada no tempero.

Não me arrependo de nada, estar vivendo aqui é como jogar o jogo IRL no easy, por hora, óbvio. Até estou me dando bem em algumas coisas, o que NUNCA acontecia.

Também descobri que o que importa é chegar na aula pra receber presença, só isso. E que não tenho um professor heterossexual.


Como Ser um Cristão

comoserFEAT

Depois de descobrir que existem muitos guias HOW TO e COMO FAZER tal coisa acabei descobrindo que existe até guias de COMO VIRAR CRISTÃO e COMO ACREDITAR EM DEUS, mas são guias muito superficiais e muito mal escritos que não condizem totalmente com a realidade, ou seja, são inúteis e idiotas. Com isso decidi eu mesmo escrever meu guia de como renascer cristão.

Primeiramente vamos falar dos pontos básicos, o que é ser um cristão no sentido espiritual?
O cristianismo prega todas as regras do judaísmo incluindo alguns princípios e valores morais teoricamente pregados por Jesus, coisas como todos serem bons uns com os outros, respeitarem os valores dos outros, se importar com o próximo, ter compaixão por todos, ser sempre gentil e amigável, não ser ganancioso e ser torturado, pregado em uma árvore e morto por fazer tais coisas.
É acreditar que existe um homem no céu que é bondoso que vai cuidar de você quando morrer, que vai lhe levar para um lugar melhor, não importa que seja só uma planície branca infinita superpovoada, “é um lugar melhor” só por estar na presença dele, querem acreditar que quando morrerem vão para um lugar em que o próprio ar lhes deixará chapados 100% do tempo.

Mas e o que é ser um cristão nos valores morais?
A princípio, ser cristão é ser melhor que todos que não acreditam em deus, é realmente pensar ser melhor que todos os outros, mesmo não respeitando os valores dos outros, é querer ser bonzinho na vida para que quando chegar a hora do juízo final não seja mandado para o inferno porque foi extremista quanto à Jesus, não interessa se fez o que ele não disse ou desrespeitou tudo e todos, foi em nome de Jesus, merece ir para o paraíso.

Isso é o que você precisa para começar a querer se tornar cristão, agora você verá tudo que deve fazer e mudar na sua vida e na sua mentalidade para que possa de fato se tornar um cristão, independente de qual igreja, seja católica, protestante ou evangélica.

Primeiro Passo – Acima de tudo, você deve acreditar em Jesus Cristo. Segundo o cristianismo Jesus é filho de Deus mas ao mesmo tempo é Deus. Você com certeza conhece a história dele, então resumindo ele era um judeu zumbi que comeu uma mulher e engravidou ela consigo, ela deu à luz à Jesus que era Deus mas não ao mesmo tempo, ele NÃO FOI um semideus como Hércules, no cristianismo Deus é o ÚNICO que pode comer mulheres e as engravidar, é o único que o faz e só faz uma vez, exceto para os mórmons, mas eles serão tratados logo abaixo. Então para se tornar cristão deve acreditar em Jesus, não necessariamente em Deus porque Jesus é Deus mas não é. Então Deus engravidou Maria com Jesus que é Deus mas não é, então quando ele cresceu ele foi em uma missão suicida para salvar o mundo do pecado, expalhando a bondade durante o caminho, sendo torturado e morto por tal feito. Você deve aceitá-lo como seu senhor e seu criador.

Segundo Passo – Assim que entender que Jesus é Deus mas não é e que ele lhe ama mesmo sem lhe conhecer mas lhe conhece ao mesmo tempo, você deve entender que você é imperfeito, é defeituoso de fábrica. Não interessa o quão bom você é na vida, você faz coisas erradas e é um pecador porque você nasceu pecador e morrerá pecador, e é essa a diferença entre humanos normais e Deus. Isso nos separa Dele. Não importa o quão extremista ou liberal religioso e moral você é, você comete pecados. Se você vê uma mulher sendo estuprada na rua o seu dever moral como cristão é dizer ao estuprador que ele está errado nos seus caminhos com Jesus e por isso ele deve se arrepender, se fizer isso você estará permitindo que o estuprador continue estuprando a mulher, ou seja, está pecando porque não está impedindo o mal. Seja o que fizer para impedir o estupro, matá-lo, empurrá-lo ou imobilizá-lo, você estará pecando porque agrediu um irmão. TEORICAMENTE Deus entenderia que foi um pecado necessário, mas é um pecado de qualquer forma e você é um pecador. Você é um falho e deve arrepender-se até o fim da vida.

Terceiro Passo – Você deve entender que Deus criou o universo, a terra, a vida, os espíritos, o homem, o pecado, o diabo, o estupro, a guerra, a fome, a seca, o calor, a desgraça, a inveja e tudo mais. Glorioso como Ele é, Deus criou o homem e depois pegou uma costela dele e criou uma mulher, ou seja o homem é, por tabela, mestre da mulher. Como Deus é tão perfeito, supremo, onipotente, onisciente e onipresente, ele criou o homem como um ser com uma falha: a falta de ser um ser supremo, ser Deus, então o homem é falho e imperfeito, como Adão e Eva moravam no meio de um lugar perfeito e chato sem TV, internet e cerveja, resolveram fornicar. Fornicaram até que Deus cansou de se masturbar para um homem e mulher então expulsou os dois do lugar perfeito e os mandou para os desertos e a merda do mundo. Com isso cada um é um pecador falho, mas sente a necessidade absurda de ter alguém pra conversar e alguém em que acreditar, ou seja quer ser amiguinhorsrs de Deus, mas por ser um ser falho, imperfeito e pecador não pode ser amiguinhorsrs de Deus. Então por mais que você queria acreditar que a voz que você ouve dizendo o que fazer seja Deus, não é, é simplesmente a voz da sua consciência, o pensamento lógico: a sua experiência somado às suas emoções dividida pelo índice de probabilidades. Deus não pode se comunicar com você.

Quarto Passo – Deus lhe ama e quer ser seu amiguinhorsrs, mas por ele ser perfeito e você ser falho ele não pode se comunicar com você, nem mesmo pelo Orkut, Twitter ou Facebook. Desistam, o cara chamado Deus em qualquer rede social é só um gordo que mora no porão da casa da mãe dele. Mesmo sendo um ser perfeitíssimo, Deus QUER, ele PRECISA ser seu amiguinhorsrs então ele vai testar a sua fé durante toda sua vida, vai matar a sua família, destruir tudo que você gosta e acabar com seus sonhos e desejos só pra ver se no final de tudo você ainda vai amá-lo como sempre amou. Deus tem um péssimo senso de humor. Deus expalhou sua palavra no passado exterminando todos aqueles que não eram hebreus, mas ele nunca falava para seu povo, ele só ia conversar a sós com algum profeta qualquer e o profeta passava as palavras de Deus ao povo.

Quinto Passo – Após entender tudo isso você vai estar na metade do caminho, espiritualmente você está dentro do cristianismo, mas faltam as relações sociais com outros cristãos e todo o resto. Nunca esqueça, ser cristão é ser melhor que qualquer um que não acredita em Jesus como você acredita. Você está sempre certo sobre suas opiniões em cristo, a sua idéia do que Jesus quer é a correta e a de mais ninguém está certa, você é que compreendeu a palavra Dele direito e os outros estão errados, simples assim. Você deve esquecer tudo que aprendeu na escola sobre ciências, biologia, física, matemática filosofia e história. ESTÁ TUDO ERRADO! Deus faz o sol nascer, Deus faz a lua brilhar, Deus fez o sol girar em torno da terra e depois fez a terra girar em torno do sol, Deus que faz o vento, Deus que faz chover, Deus que faz seus músculos crescerem, Deus que faz você emagrecer, Deus que permite que você assista TV, a antena é só mero dispositivo para Deus permitir a passagem do sinal, Deus que faz a terra tremer, Deus que faz você tirar a nota boa que tirou na prova, Deus que paga o seu salário, Deus que lhe dá uma promoção, não o seu esforço, Deus que criou o mundo e o universo. Deus criou tudo em 7 Dias. Deus criou tudo. Deus. Deus. Deus fez isso, Deus está escrevendo este texto, não eu. Deus que permite a existência da internet. E assim por diante. Tudo no mundo é absolutamente regido por Deus. ABSOLUTAMENTE TUDO, ele é ambidestro e pode mover o sol, ele que faz todos os rios e correntezas do mundo fluirem, ele que faz a água evaporar, ele que faz as estrelas brilharem, ele que faz a sua bebida, ele que faz todas as plantas crescerem. E no armageddon Jesus virá, levantará os cristãos de seus túmulos e fará todos os cristãos que merecem ascenderem aos céus.

É a partir daqui que as crenças das religiões cristãs variam, são 3 caminhos diferentes para um mesmo destino, não se preocupe, escolha aquela que valer mais à pena para você. Os mórmons são um caso à parte, as crenças deles em Jesus e Deus são bem diferentes do resto. No final eles serão mencionados.

Catolicismo: O catolicismo é a religião que acredita no Papa, assim que Jesus morreu, o Papa se tornou Deus e a palavra dele é suprema. Nenhum papa jamais faz algo igual ao que ele prega, sendo a única exceção o papa João Paulo II que foi o único que fez o que um Papa nasceu para fazer.
Sexto Passo – Você deve ir à igreja pelo menos uma vez por mês, rezar uma vez por semana e comer tudo que a igreja diz em todos os feriados religiosos, peru no natal, chocolate na páscoa e peixe na sexta-feira santa. Você deve se confessar com um padre e pagar sua penitência pelo menos uma vez na vida, é como atingir o perdão em várias parcelas ao invés de só pagar no juízo final. Quanto mais se confessar, menos vai esperar no purgatório.

Sétimo Passo – A Itália é o melhor lugar do mundo, você é descendente de italianos, mesmo que seja negro ou seus pais/avós tenham vindo do japão no começo do século XX, algum ancestral seu foi italiano e você é mais santo que o resto por isso.

Oitavo Passo – Você deve ter um crucifixo em casa. Concluir a catequese e a crisma para alcançar o lugar definido no céu. Bruxaria existiu na idade média e foi arduamente combatida, macumba, vudu e espiritismo não existem, são caminhos errôneos que não levam a lugar algum nem oferecem qualquer ameaça a um bom católico.

Nono Passo – Jesus morreu por você todos da sua família, ninguém mais. Tudo de errado e ruim na sua vida é porque você não se confessou o suficiente, confesse-se mais.

Décimo Passo – Se quer ser um padre e pregar a palavra, você deve criar um gosto por menininhos, principalmente coroinhas, manter relações sexuais com eles, beber muito vinho e morrer aos 60.
Se chegou até aqui, parabéns! Você está pronto para ser um católico!

Protestantismo: O protestantismo é o filho rebelde do catolicismo, é o catolicismo sem o Papa, ou seja, o padre é a única palavra de Deus.
Sexto Passo – Você deve ir à igreja no mínimo uma vez por semana, rezar todas as noites e ter um crucifixo em cada cômodo da sua casa, comer tudo que a igreja diz em todos os feriados religiosos, peru no natal, chocolate na páscoa e peixe na sexta-feira santa e comemorar o 4 de julho como o dia que Jesus salvou o mundo pela segunda vez.

Sétimo Passo – Se você for homem, deve ir com sua família à igreja e comparar a sua família com a dos outros homens e competir pra ver quem tem a melhor família, mais arrumada e mais rica. Se for mulher você deve competir com todas as outras mulheres da sua igreja e ver quem é a mais chique, mais madame, com mais jóias e com o penteado mais fabuloso. Se for criança você deve se comparar com todas as outras crianças pra ver quem tem o brinquedo mais caro de todos.

Oitavo Passo – Se quer ganhar pontos extra para a salvação, deve entrar no coral da igreja e aprender a cantar todas as músicas de missa como se fossem festas, batendo palma e dançando em cima de um crucifixo. Bruxaria, paganismo e espiritismo existem mas são inofensivos à fé cristã, não são dignos de combate por um crente.

Nono Passo – Jesus morreu por você e seus filhos, seu cônjuge não é necessariamente alguém que merece a salvação.

Décimo Passo – Tudo de errado e ruim na sua vida é culpa do diabo, você deve rezar mais e cantar mais na igreja. Se quer ser um pastor, não precisa necessariamente ser um pedófilo, é apenas opcional.
Se chegou até aqui, PARABÉNS! Agora você tem absolutamente todo o conhecimento necessário para se tornar mais um protestante! Se tem dúvida entre ser da igreja luterana, anglicana ou outra, é só perguntar para os pastores protestantes locais qual deles permite a sodomia, escolha aquele que lhe deixar mais feliz.

Evangelismo: O evangelismo, ao contrário do protestantismo não é um filho do catolicismo, o evangelismo mal pode ser considerado alguma prole do cristianismo. O Evangelismo é o Islã que acredita em Jesus, é a religião perfeita mas com Jesus no lugar de Mohammed e o Pastor no lugar de Allah ou Deus.
Sexto Passo – Primeiramente você deve entender que você é submisso à Jesus, e o único meio de entender o que Jesus quer que você faça é pagando ao pastor evangélico 15% de todo seu ganho mensal. Você é um nada e deve sua alma à Jesus. Jesus é a única salvação, Jesue lhe ama mais que tudo e ninguém mais. Jesus e você têm relações sexuais enquanto dormem. Jesus é vida. Jesus é tudo. Jesus é o mundo. Como Jesus não pode se apresentar a você por ser imperfeito e pecador, ele lhe fala através da mensagem do pastor.

Sétimo Passo – Você deve ir todos os dias ao templo evangélico mais próximo e sempre doar o que eles pedirem quando pedirem, deve comprar todos os seus DVDs, assinar suas revistas e seus canais exclusivos. Você será um infiel, blasfêmio se não doar o que lhe é pedido e não terá seu lugar no céu.

Oitavo Passo – Você deve rezar por qualquer coisa que conseguir e agradecer a Deus porque foi ELE quem lhe deu. Tudo que acontecer de ruim na sua vida é totalmente culpa do Diabo, porque o Diabo inferniza a vida de todos, é tudo culpa do demônio, toda a guerra, toda a morte, tudo de ruim no mundo é culpa do Diabo, e Deus onipotente, onisciente e onipresente permite que o diabo exista porque ele prefere esperar até o fim dos tempos para acabar com o mal no universo. Se você estiver com qualquer problema na vida, deve conversar com seu pastor sobre os problemas, mas primeiramente deve levar 15% de suas possessões, na falta de dinheiro vivo, pode ser levado algum eletrônico ou eletrodoméstico de igual valor ou pode negociar alguma de suas filhas . Após conversar com o pastor deverá comprar absolutamente tudo que ele lhe pedir, água benta, óleo de israel, sal de israel e tudo mais.

Nono Passo – Macumba, bruxas, vudu e espiritismo são coisas do demônio e você deve combater com a própria vida, mas para ter permissão divina para combater, você deve comprar todas as armas necessárias no Templo Maior mais próximo. Se quer ser um pastor, quanto mais drogado, sujo, viciado, porco, vagabundo, tarado, fértil e satânico for antes de se tornar pastor, melhor, as pessoas confiam muito mais em alguém que saiu das drogas, promiscuidade e AIDS e encontrou a salvação em Deus.

Décimo Passo – Após doar seu imóvel, seu veículo e sua conta bancária à igreja você concorrerá a um sorteio por São Pedro para ganhar uma pequena parcela do paraíso, igualmente se doar tudo e registrar todos seus salários para a conta bancária do pastor você poderá ter a bênção divina de deus para cura de um único problema na sua vida, seja família infeliz, paralisia, cegueira, esclerose múltipla, amputação de algum membro, mas você só tem direito a UMA CURA, se não disser o problema exato o efeito pode não ser o desejado, se você não tiver cachumba mas pedir cura de cachumba você vai ser curado da cachumba atual, mas não será imune à uma cachumba futura. Você deve fazer tudo que seu pastor pedir.
Se chegou até aqui, meus parabéns! Você agora tem tudo para ser um evangélico crente fervoroso!

Agora que escolheu seu caminho, seja feliz esperando pelo dia da raptura e o juízo final!

Se você tem dúvidads sobre os mórmons, assista este vídeo:


felis psacoa

NATAUFEAT

q o jezus le targa mtos preesntes e q o coelio deça pela xaminé acaricie suas partes imtimas e le de um bejo antes de dormi mtas comidas, mtos presente e mto conhecimento


Recap da Atualidade

Recap da atualidade

Só por falar… Este é o centésimo(100º) post e chegamos aos 60k views no blog, é algo meio histórico.

Right…

Vamos rever como está o nosso maravilhoso mundo hoje em dia.

Guerra, violência, guerra, morte, países quebrando, união européia quebrada, eua quebrados, PT no poder, RJ numa guerra civil e jogadores poloneses errando gols sem goleiro.

Vamos rever… Primeiramente a economia mundial quebrada, atolada e afundando.
Em 1907 ou algum ano próximo, as famílias banqueiras americanas queriam poder, e ter um banco em cada cidade não basta.  O governo americano rejeitava um “banco central” desde a sua constituição e seus fundadores porque eles sabiam a merda que seria então os banqueiros ciraram várias crises econômicas alarmando a população e usando propaganda massiva dizendo que o único jeito de evitar crises econômicas era criando o banco central. Então no natal de 1913, quando quase toda assembléia constituinte estava ausente, os banqueiros foram lá e votaram no banco central, totalmente inconstitucional que ganhou e começou a merda e o poder dos banqueiros, o Brasil nunca se importou e a primeira coisa que fizeram foi um banco central, imbutido na constituição a obrigação de pagar imposto pra ele.

Vamos ver, o banco central funciona de uma forma bem simples: ele EMPRESTA dinheiro para o país com uma TAXA, forçando o país a ter que se endividar e se escravizar e ficar à mercê dos bancos (é só lembrar em 2008 como a crise começou, alguns bancos se viram na merda e mandaram o governo lhe dar dinheiro, e ele deu, sem nem cogitar outra coisa). Em 1920 os bancos criaram uma nova crise, poucos anos depois do banco central ser criado, ou seja, o banco central NÃO acabou com a crise, e isso forçou quase todos os bancos pequenos fecharem então os bancos começaram a oferecer um novo tipo de empréstimo que permitia uma pessoa ter 100 dólares mas ser dona de uma ação que valha 1000 dólares, e muita gente estava fazendo muito dinheiro com isso, mas tinha um porém: a dívida podia ser cobrada A QUALQUER MOMENTO e o endividado só tinha 24 horas pra pagar o empréstimo, então em 29 os bancos cobraram esses empréstimos, assim forçaram literalmente milhares de bancos e empresas a se venderem por centavos, ou seja ao invés de ter 1 banco por cidade, se tornaram 3 bancos por país. E algo muito parecido, só que no sistema imobiliário americano, aconteceu agora, com isso quebraram as potências do mundo. Para mais informações é só assistir Zeitgeist.
Ou seja, crise mundial, fim das economias, multinacionais a preço de banana. Países a preço de banana.

PT no poder, usando do pão e do circo com assistencialismo, consolidando o poder e tudo mais, eu tenho medo do que vai acontecer com o Brasil. Sério, é algo tenebroso manter essa gente no poder, a ignorância vai foder o povo e vai ser a maior mamata do mundo pra qualquer político, o Brasil hoje em dia ainda perde pra África e alguns países da Oceania, mas com o PT…

E agora o melhor: guerra.
Embates entre as Coréias no início do ano foram frescurebas, Coréia do Norte QUER guerra e não tem medinho de amerigay, Coréia do Sul impedida de reagir por causa do resto dos países, uma coisa tão hilária e a Coréia do Norte bobmardeando e testando o que quiser.
E o Rio de Janeiro, caralho, o RJ tá numa guerra civil, finalmente perceberam o que acontece quando os políticos querem dinheiro, os bandidos oferecem através de droga e o estado não pune nenhum dos dois. As forças do estado precisam de ajuda da polícia civil, marinha, polícia federal e qualquer um que chegar armado até os dentes querendo matar bandido. Chega a ser engraçado olhar as ruas do Rio completamente vazias e só tiroteios. O mais hilário é que a marinha mandou os BLINDADOS 113 pra ajudar a polícia, e um levou tanto tiro que teve que retirar, blindados o caralho, isso ou os bandidos têm armas e municões bem melhores que a polícia. Na verdade ambos.
Enquanto isso os artistinhas da grobo vão à festinhas sociais e dizem “só 5% por cento das pessoas da favela são bandidas” yeah, right. 95% is more like it.
Honestamente? FODAM-SE. Bandido é bandido, e enquanto os marginaizinhos da favela acharem que podem, eles VÃO SEGUIR fazendo o que sempre fazem. Bandido bom é BANDIDO MORTO. Tem que chegar atirando e matando, se você ainda acha que são só coitadinhos morando na favela, que eles não têm outra opção, VAI TOMAR NO CU, sempre tem, a globo transforma eles em coitadinhos, daí um filho da puta desses vem na tua casa, quebra tuas pernas, estupra e mata tua filha e tua mulher, daí chegam os direitos humanos e dizem “ele merece um julgamento justo, ele é coitadinho teve infância infeliz, ele não tinha outra opção” vai lá e fica preso por 6 meses na cadeia e tu perdeu tua vida. Mas, se tu revidar e matar o cara, TU È O VILÃO, TU VAI PRESO e TEM QUE INDENIZAR A FAMÍLIA DO COITADINHO porque o que tu fez foi muito brutal e injusto, mesmo que ele tenha sido só um drogado, viciado sem vida que só vive pelo vício, rouba e mata sem dó pra poder fumar uma pedrinha de crack. A lei deve ser justa à todos. Isso é fato, bandido sai impune, ir pra cadeia é a melhor coisa pra qualquer bandido, é uma escola, paga, cheia de possíveis contatos, onde ele pode entrar pra uma gangue, arranjar amigos e aprender tudo pra ter sucesso sendo bandido. Ele vira um psicopata sem pena, se ele roubava pra fumar crack, ele vai passar a matar pra fumar maconha, quem dirá o que vai fazer por crack.
Bandido bom é bandido MORTO. Destruam as favelas, acabem com eles, massacrem, saqueem e pilhem, DEUS vai separar quem merece ir pro paraíso, o resto tem mais é que se foder. É acreditando nisso que as cruzadas invadiram jerusalém e o oriente médio, por que deveria ser diferente pras favelas no rio e em são paulo, olha só o que 3 facções criminosas em uma cidade que ficaram butt-hurt fizeram com a cidade! Eles tocaram o horror, eles matam todo mundo que aparece, quem tá se fodendo no final? A população. Eles queimam ônibus, matam gente e policiais, olha o poder deles, e por que devíamos ter pena deles? A cadeia não serve pra eles, eles tem mais é que morrer, eles não têm futuro, e eles não querem ter um futuro que não seja no crime. No crime eles chegam a ganhar 10000 em uma semana.
Se você tem dúvidas, é um humanista, fica mimimi com violência, VAI TOMAR NO CU, PEGA A PORRA DA TUA PENINHA E ENFIA NO RABO, VAI CHORAR POR NEGO QUE ATIRA EM GENTE SÓ PORQUE QUER OUVIR GRITOS DEPOIS DE CHEIRAR MEIO KILO DE COCAÍNA? TEM MAIS É QUE SE FODER MESMO, ESSES FILHOS DA PUTA TEM É QUE MORRER. Se acha que esses vagabundo de favela são coitadinhos, vai assistir tropa de elite, aquilo lá é a mais pura realidade, a única coisa que falta é mostrar os políticos investindo seu capital nos donos dos morros. É isso, e agora da “ficção” saiu pra vida real e tá todo mundo fica “ai que horror”. Vão se foder, é isso que acontece quando a impunidade toma conta. Não é governar o país através do medo, é isso que os bandidos fazem, é negar a esses bandidos o direito de governar as pessoas através do medo.
Daqui a pouco a polícia vai ter que contratar mercenários se o exército não bastar.

Isso tudo é um prelúdio à terceira guerra mundial, segundo a vidente russa Baba Vanga se uma guerra em larga escala, eu vou rir muito.

MANTENHAM VIGÍLIA CONSTANTE SOBRE SEUS ORIFÍCIOS ANAIS, DEJETOS ANIMAIS DE LARGA PROPORÇÃO PODEM OCORRER NA GEOPOLÍTICA TERRESTRE.

Feliz Páscoa. Desculpe pela falta de saco e grosseria, mas é verdade.


A Hora do Trono

A Hora do Trono

Vamos falar sobre a hora do TRONO.

O “Trono” é um dos objetos de maior louvor e maior desprazer que os humanos já fizeram, no vaso sanitário é possível refletir, relaxar, se estressar, fazer merda… É um objeto fenomenal.

Desde a antiguidade existem lavabos, desde uma casinha de madeira bem longe da sua casa à uma mega obra de engenharia que envolviam meses de trabalho e cálculos. Nem sempre foi exatamente um local prazeroso, os romanos e gregos produziam obras massivas de engenharia para seus soldados com nenhuma privacidade, a única coisa pessoal era seu cabo com esponja para limpar, essas obras possuíam água corrente, cadeiras arrumadinhas, local ventilado… Era até bem higiênico, mesmo que sem privacidade alguma, mas era inevitável sentar na bostinha que ficava de outra pessoa no “trono”.

Existem as casinhas. Ah! As casinhas, famosas casinhas! Elas eram construídas estrategicamente longe da casa principal já que quase nunca havia algum tipo de esgoto, quanto muito uma água de poço. As casinhas sempre ficavam podres depois de uma semana, especialmente naquelas famílias tipicamente italianas e espanholas de 15 filhos. Sorte a do homem que tinha poucos filhos.

O momento de descansar e tirar aquele peso do reto é visto de formas muito variadas vão desde o seu momento único de prazer e descanso ao pior momento do dia. Muita gente considera o ato de cagar uma coisa horrível, indigna, um ato desprezível. Chegou a tanto que hoje em dia é praticametne impossível imaginar alguma dessas atrizes e cantoras famosas no vaso (os mais doentes sentem prazer imaginando isso), parece que tentamos não pensar nisso e simplesmente imaginar que elas têm um dispositivo implantado em seus intestinos que levam suas fezes para outra dimensão sem ao menos sair do corpo.
Há pessoas que entram no banheiro correndo, forçam com toda a sua energia vital disponível para que aquilo saia o mais rápido possível e vão direto para o banho, outras limpam com extrema agilidade sem nem olhar.

Também há aqueles que consideram a hora do trono, a hora de cagar, como a hora mais sagrada do dia. Seu momento de relaxar, o seu momento “eu“, não é só a hora de tirar tudo pra fora, é a hora de refletir sobre seu dia, ler o seu jornal, fazer planos para o futuro… O momento único que não deve ser perturbado nem por uma casa em chamas e sua família incinerada. É o momento de meditar, o momento de orar[Pai nosso que estás no céu, olha o tamanho disso!], o momento para falar com Deus diretamente [DEUS DO CÉU, QUE FEDOR], pedir uma ajudinha ou forcinha [Ó DEUS, ISSO NÃO TÁ SAINDO, TRANCOU! ME AJUDA MEU DEUS].
A hora do trono é o momento de esquecer a família, esquecer o trabalho, esquecer o stress. É a hora de se concentrar, refletir, a hora de usar todos os músculos do corpo para lutar contra constipação. Na roma antiga com seus pinicos e banheiros públicos o momento do trono era muito mais uma hora de conversa [Marius Julius! Há quanto -hhhHHHHHHHHNNNNNNNNGGGGHHHHHHhhh- tempo! A como ta a Antonina? /  Ah! Ela vai muito bem obri - HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNGGGGGGGGGGGFFFFFFFFFFFHHHHHHHHHHHGGGGGGGGGGHHHHHHHHHHHHHHHHHHH ah ah ah ah ah ahhh ahhh ahhhhhh ahhh.... HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH (PLOP) - Ufa... obrigado!]; já nas casinhas a coisa podia ser um pouco mais introspectiva, porém, como dito anteriormente, as casinhas ficavam podres pouco depois de uma semana, era um odor insuportável, em uma família com pouca gente podia se tornar um momento de reflexão, se nenhum cavalo ou coite tentasse entrar na casinha enquanto a pessoa ficava grunhindo horrorosamente.

Há pessoas que limpam rápido e dão uma olhadinha pra conferir a cor, textura, odor de sua merda. Outras levam um tempo, vão com calma para não danificar a cútis anal devido à força, pressa entre outros. Nisso devemos lembrar que tipo de papel higiênico se usa, quando você usa NEVE é como se limpasse com pétalas de rosa, macias, agradáveis, relaxantes; porém, quando se usa um papel higiênico TANCREDO NEVES é tão confortável quanto usar uma lixa de raspar parede junto com uma pedra de molar mergulhada em graxa, cacos de vidro e limalha de ferro.

Óbvio que foi somente considerado quando a pessoa está sem nenhum problema intestinal, se tiver uma diarréia de água com sangue no meio da bosta aí muda a situação, se VOCÊ tiver isso, compre muito GLADE.

E você, como é a sua hora no vaso?



Dragon Ball

Minha nada breve abscência se deve à preguiça e filmes de faroeste, but no more.

Vamos falar um pouco sobre Dragon Ball.

Dragon Ball foi um anime extremamente… Ignorante que fez parte de nossas infâncias. Goku foi aquele que lutou morreu e ressucitou por nós, é a ele que a Páscoa é celebrada, mas a igreja resolveu mudar seu nome oficial pra “jesus” porque Goku pode ser levado para o lado mais infame da etimologia.

Poucas coisas eram mais agradáveis que acordar de manhã no inverno, não ter aula e ficar a manhã assistindo TV e ver Goku espancando todo mundo, virando um macaco gigante, destruindo cidades, quebrando as bolas do dragão e tudo mais. Era um desenho muito simples e fácil de compreender, era basicamente só pancadaria, porrada, gritos e explosões. Isso era no Dragon Ball original, quando foi pro Z era pior, eram 5 episódios por luta e em cada episódio a Terra era destruida, esmagada, aniquilada. Mas ninguém nunca precisou se preocupar, Goku pegava as 7 bolas do dragão e reconstruia tudo denovo. (Não são necessários comentários sobre o dragon ball que o Goku vira pirralho, é… Escroto demais.)

Somente depois que crescemos percebemos que aquilo era um lixo, mas para a época nada podia ser melhor, do fim dos anos 70 à metade dos anos 90, filmes de ação eram as melhores coisas que existiam! Como sempre, os Japas mostraram sua dedicação à originalidade japonesa: copiar tudo do cinema americano com olhos gigantes e nomes indizíveis.

Se resumíssemos bem ao grosso do desenho, Dragon Ball não passa de 80% pancadaria, 10% coisas engraçadas, 5% lixo e 5% história. É um pouco extremo, mas raramente era algo diferente disso.

Levando isso em consideração, é algo bem fenomenal conseguir assistir a um episódio que tenha alguma história de verdade.
Eu consegui. Esses dias liguei a TV de manhã e passava Dragon Ball Z em um dos episódios que eu nunca tinha visto, um que contava a história dos Sayajins e dos Soyajans, sei lá o nome dos outros. Contou a história bem básica: no planeta existiam duas raças, os Sayajins e os outros que eu não consigo falar, os outros eram uma raça inteligente, super avançada, os sayajins eram tribais, super musculosos, viviam em ocas e grutas e tinham rabos de macaco. Então por alguma razão os Sayajins resolveram atacar os outros, mataram todo mundo, viraram super poderosos, dominaram todos os outros planetas, fizeram todas as outras raças trabalharem para eles e blablabla.
Então fizeram um projeto bizarro pra capturar mais planetas mais rapidamente: enviar bebês que cresceriam nos planetas conhecendo as fraquezas pra depois dominar (Goku era um deles).

A maldade deles ou algo assim fez com que o deus do planeta deles explodisse o planeta (…what the fu-… Oh, right, japan.) e só sobraram 3 super sayajins, o Vegeta e outros lá.

5 minutos de história foram o suficiente pra eu pensar “uau… que troço mais… Superman!”; então aquilo me bateu, é a história do Super-Homem! Guerra nuclear, super poderes, 3 sobreviventes malvados. É aquele filme antigão.

Eu ri baldes pensando nisso e então terminou DBZ e começou NARUTO no SBT e me bateu uma tristeza e aquele pensamento sobre os desenhos infames de hoje… São tristes.

Dragon Ball não era genial, era bem retardado, porém tinha algo de engraçado.

Dragon Ball foi um desenho que atromentou adolescência de muitos e fez a nossa infância, agora se tornou apenas um comparativo pros narutards de hoje dizerem que naruto é genial e diferente de todo o resto porque é exatamente igual ao resto. É triste ser forçado a discutir com um adolescente retardado que Dragon Ball e Naruto são completamente diferentes e que naruto é uma obra-prima do japão enquanto dragon ball era idiota.

Narutards são tão ignorantes e hipócritas que não conseguiriam perceber a verdade nem que ela chutasse seu saco, estuprasse sua mãe e depois estuprasse-o e por fim desse um penis slap na sua cara. (A verdade é antropomórfica e hermafrodita. Eu sei porque eu a conheço.)
Naruto é um desenho 85% igual ao Dragon Ball, só existem 3 diferenças básicas: Dragon Ball é 80% pancadaria, 10% engraçado, 5% lixo e 5% história; Naruto é 50% pancadaria, 15% melodrama exagerado, repetitivo e desnecessário e 35% lixo. Dragon ball ao menos era engraçado, Naruto TENTA ser engraçado, mas falha miseravelmente como um mendigo viciado em crack falha em ser um bom pai.

Ao menos Dragon Ball tem uma história tão crível quanto a bíblia, mas diferente dela [bíblia], faz algum sentido.


Tragédia no Rio e Protestos

Tragédia no Rio e Protestos

Tragédia no Rio protestos…

Quer saber?



VÃO SE FODER
. SÉRIO.

Eu não aguento mais ouvir, ver ou ter que aguentar toda aquela gente no rio. Sério. É ridículo.

Ai, nofa, como vc eh racistah“.

Não, eu só sei o básico sobre segurança e construção civil. Também sei sobre propaganda e manipulação. Também sei que maior parcela da população é pobre, mas são malandros.

Tá todo o brasiu comovido, chocado, entristonhado com os desabamentos causados pela chuva no Rio de Janeiro. Sabe qual a minha opinião sobre o assunto? BOO FUCKING HOO.
“Coitadinhos” dos aglomerados de “comunidades” que existem nos morros, coitadinhos, ainda vão lá na praia fazer protesto em homenagem aso COITADINHOS. As bundinhas estão doloridas. CHOREI, CHOREI.

Um pequeno desabafo de irritação. Primeiro sejamos sinceros. FAVELAS.

FAVELAS.

Favelas.

Favelas.

Quem diabos deveria se importar com uma FAVELA? BOOHOO!Os coitadinhos não tinham onde morar e agora não têm mais nada!” BOO FUCKING HOO!

Sério. Choveu. Desabou, deslizou, derrubou tudo. “POR QUÊ????” alguns se perguntam. Sabe por quê? Porque é assim que acontece na natureza… Se chama EROSÃO. Água cai no chão e vai levando a terra junto. E porque mereceram. Era esse o risco, eles sabiam e não tavam nem aí, morreram trocentos. Mereceram.
Favela é favela; “comunidade” é um eufemismo muito feio, FAVELA mesmo. Favelado merece morrer, não importa se ele reza 8 vezes por dia, é favelado. Por mais que digam ser limpinhos, eles são os vassalos do crime, sem dignidade.

Existe uma razão, extremamente racional, sobre o porquê de morros, colinas e montanhas serem áreas de baixíssimo valor: são morros, colinas ou montanhas.
Qualquer chuva, qualquer vento forte, qualquer vibração mais forte das placas tectônicas pode fazer com que algo desastroso aconteça. E acontece. Todo o tempo. Mas os faveladinhos não têm medo, eles acham que Deus não vai deixar que aconteça. HAHA! FAT CHANCE! ANYWAY THIS CAKE IS GREAT IT’S SO DELICIOUS AND MOIST!

Pelo valor nulo-baixo os miseráveis resolvem se amontoar lá e procriar como ratos. Então vão lá e constroem uma casa na várzea do rio, no meio do morro com uma inclinação de 83°. Outros miseráveis acham bonitinho e se juntam, depois os traficantes vêem que surgiu mais um feudo, vão lá e conquistam. Tipo Era de Empórios 2, saca? (Age of Empires 2, faggit)

Mas tem um responsável pior que os ignorantes: os imbecis do governo.

Surge uma porra de uma favela na várzea, no morro; o que a prefeitura faz? Vai lá despejar eles pela própria segurança, preenchendo kilos de papéis, brigando na justiça? Não, eles vão lá e ASFALTAM a porra do lugar, ou seja “VEM MORÁ AQUI, POBRE, PAGA 10% DO INPOSTO E SEJE FELIS”. Alguns ainda colocam outras coisas públicas lá, dizendo “agente semo bonzinhos cos pobri, agente qué reeleissão, peguem essas escola e ospitau, depoiz votem em agente!”

Então acontece a tragédia, o desastre. A grobo vai lá e fazem o brasiu todo ficar BAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAWWWWWWWWW com a situação, e todo mundo doa toneladas de qualquer coisa pro povão. Que bonitinho, então o ciclo se repete… Até que o apocalispo aconteça e todo mundo perceba que não dá pra morar em morro mesmou(haha, fat chance) ou até que o governo tente conscientizar o povo entender os riscos de morar em um morro… O que também é impossível.

Só precisava deixar umas coisas claras. E não, eu não sinto a mínima pena de quem tá sofrendo no Rio. Eu ri quando pixaram o cristo redentor. Eu ri quando disseram que desabou favela lá. Eu não ligo a mínima pra qualquer favelado.

Também achei ridículo ter gente perguntando em polls e tudo mais se “As chuvas do Rio podem ter afetado a capacidade de sustentar a Copa do Mundo em 2014.”… HAHA, OH WOW! É esse o tipo de ignorância que me irrita.

O mundo precisa de gente com mais perspicácia… Srsly.

E o Rio precisa afundar em 2012. Hah! quero andar na praia depois e encontrar a cabeça e a mão do Cristo enterrados na areia, bater no chão e gritar “NÃO! SEUS DESGRAÇADOS! VOCÊS EXPLODIRAM TUDO!”, beijar uma macaca e sair cavalgando pela praia.

Preciso ouvir mais Frank Sinatra pra relaxar.

E não me venha com essa de “ui seu preconceituoso, tem muita gente de bem nas favelasssssssssssssssssssssssssssss.” “tem muita favelinha pur ae qui nem tem criminalidadis”.

Fodam-se eles. A Globo também mente. Favela é favela. E não, favela não é um pré-requisito para evolução de um bairro. Não existecasa->aglomerado->vila->favela->bairro“; ISTO NON ECZISTE! Aprenda isso e deixe de ser um bebê inocente chorão, seu hipócrita.

Parece que não dei ênfaze o suficiente nisso… Então DEIXE DE SER UM BEBÊ CHORÃO, SEU HIPÓCRITA.

DEIXE DE SER UM BEBÊ CHORÃO, SEU HIPÓCRITA.

DEIXE DE SER UM BEBÊ CHORÃO, SEU HIPÓCRITA.

DEIXE DE SER UM BEBÊ CHORÃO, SEU HIPÓCRITA.

DEIXE DE SER UM BEBÊ CHORÃO, SEU HIPÓCRITA.

DEIXE DE SER UM BEBÊ CHORÃO, SEU HIPÓCRITA.


Tecnologia de Ponta no Brasil

Essa imagem fala por si só.

Agradecimento ao O_CURRADOR_DO_FUTURO.


Gloriosa Adolescência e Mídia

10 segundos de malhação foram o suficiente para arruinar 12 horas de bom-humor. Meu suado e difícil bom-humor.

Andava eu pela casa, indo tomar banho, e, em geral a TV da sala está ligada, porém quase sempre passo na hora dos comerciais, que são automaticamente ignorados pelo meu cérebro; desta vez foi diferente. No exato momento em que passei estava dando um episódio da maravilhosíssima academia de formação vagabundos e drogados que se dizem atores da globo: Malhação.

Primeiro vamos examinar o que é a malhação.

Malhação é uma novela em que atuam somente os recrutas ou os reservistas da globo, aqueles que estão no fim da carreira ou tentando iniciar uma. Storywise malhação é nula, desde que o “cabeção” e o “ogromóvel” morreram, qualquer tipo de tentativa de história criativa nessa porcaria de novela acabou. Não tem como colocar algo além de romance entre 5 casais, um grupinho de patricinhas vilãs e assuntos do momento, como CUP NOODLES, SHAMPOO SEDA, DENGUE, AIDS e GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA. É só isso, sem contar a trupe de otários fazendo aquele humor ridículão, os que são zeladores e diretores do MÚLTIPLA ESCOLHA.

O Mútipla Escolha é um colégio excepcional, para pessoas especiais, é um curso de formação do segundo grau(ensino médio) para aqueles jovens de 50 anos, nenhum adolescente lá tem menos que 35. Alguns alunos são mais velhos que os professores. Sad but true.

Se fosse um momento qualquer, não haveria nenhum problema em passar pela sala naquele momento, mas com 99.9% de chance de não acontecer, aconteceu. Foi no exato momento em que uma velha, mãe de uma adolescente de 30 anos falou “Sabe, eu lu numa dessas revistas de jovens, sabe, eu sempre leio todas essas revistas de jovens, que eles inventaram uma nova gíria: BFC, ou BSF, para melhor amigo…” e a filha otária, com aquela vergonha alheia total disse “aiiiiiiiiiiii meeeeeeewwwwww, é BFF, BÉSTI FREMDZ FORÉVEM, se liiigaaaam“.

Ouvir isso foi o suficiente para arruinar meu banho. Fiquei imaginando que porra era aquela… Então começou a me bater aquela dúvida… “COMO DIABOS ESSAS REVISTAS CONSEGUEM ESSAS PORCARIAS?!

Fiquei pensando… Sei que isso não é atualizado de verdade, mas bem mais que antes, porra no meu tempo quando eu era criança (ou jovem, for that matter) essas malditas revistas eram sempre atrasadas ao máximo, e isso que eu vivo no oco da broca, 15 luas depois do lugar onde Judas achou suas botas; ou seja, tudo moderno aqui era atrasado, mas as revistas conseguiam ser MAIS atrasdas ainda.

E agora as malditas revistas sacam tudo que passa no twitter. Me dei ao trabalho de ter a breve ilusão que têm gente vigiando twitters, mas aí lembrei que tudo que precisam é “pedir” às suas filhas acéfalas que fiquem vigiando orkuts e twitters do colégio inteiro por uma mesada ou o direito de sair aos fins de semana.

Então bateu aquela palavra no meu cérebro… Bésti Fremdz Forévam.

Eu lembraei que isso é uma coisa tão típica daquelas garotas sem cérebro que se conheceram há dois meses, assistem house ou/e dexter, são apaixonadas pelos protagonistas, gostam de coca-cola e decidiram fazer psicologia, medicina ou qualquer coisa com “forense” no título, então bão lá eno twitter ou orkut e dizem “aim agnt c ama, sms mehlores amggggs no mundo!!!!111! sei q agnt c conhesse a poko tmpo mais sei q seremos amgs pelo resto da LIFE!“; eventualmente brigam por qualquer coisa dentro de uma semana e passam a se ignorar completamente, nunca mais se falam e mal se olham na rua.

Srsly, quem vai ficar falando na internetz que “ama” uma pessoa que viu cinco vezes na vida? Ah, é, esqueci, vivemos em um mundo que gente chega a perder tempo assistindo e torcendo para um bando de vagabundo que só sabe armar barraco e ficar se beijando em uma mansão luxuosa da globo.

Abandon all hope for humanity.


Passeio no Uruguai, um lugar… “Exótico”.

Como poucos devem saber, eu fiz uma breve viagem ao Uruguai no último sábado (12/12/09), e, como o esperado, foi uma visita bem exótica, se eu tivesse uma câmera no olho teria sido bem melhor. Fui acompanhado de meus pais e de meu melhor amigo, a viagem foi suficiente para nos render boas risadas. Então relatarei em uma ordem cronológica os fatos.

Primeiramente a viagem foi calma, tranquila, sem muitos problemas, exceto pelo fato de termos encontrado um cara pedalando pelado no meio da estrada, mas isso é muito típico, infelizmente não tive tempo pra fotografar porque quando puxei a câmera ele entrou em uma vila e foi perdido para sempre, mas posso afirmar com clareza que ele tinha uma barriga muito grande, barba e cabelos grisalhos de igual tamanho.

Fomos à uma pequena cidade, a cidade de Quaraí, no RS, uma cidade bem NADA mesmo. O mais hilariante é que tinha uma frase muito interessante em um pilar que eu esqueci de tirar uma foto, uma frase de um escritor aí que eu nunca ouvi falar antes, mas era uma frase tão a ver com a cidade “Todos os atalhos levam à Quaraí.”; claramente o poeta/escritor estava tirando uma com a cidade só rindo do lixo que ela é, pouco mais de 20k habitantes, e os caras interpretaram mal aquilo.

Passamos direto e fomos à Artigas, uma cidade bem cachorra no Uruguai, nada além de 40k habitantes, o hilário é que ela tem o dobro de habitantes de Quaraí, e é uma em cada lado do rio Uruguai, uma coisa bem escrota, mas compreensível, logo direi o porquê.

Assim que passamos pela ponte, nós rimos da fiscalização nada menos que esperada: nenhuma. Na primeira vez que passei aquela ponte tinha dois guardas jogando cartas, provavelmente truco pela violência que um deles jogou a carta na mesa, dentro da casinha da fiscalização, nada além disso. Do lado ticano os caras ficam sentados conversando do lado de fora, ou dentro da casinha, mas nada além disso. Ou seja, qualquer um pode muito bem cruzar com uma bobma nuclear que ninguém vai nem perceber, e chegar na capital do Uruguai, não é mais difícil que ir de Porto Alegre à Curitiba. Podíamos estar carregando 100kg de cocaína, mas mesmo assim, nenhum problema.

No meio da ponte, com o rio transbordado, avistamos um cara em uma canoa remando, com pelo menos umas 30 sacolas em cada lado da canoa. Meu amigo comentou “A MARINHA MERCANTE À TODO VAPOR.” e eu complementei “A COMPANIA DAS ÍNDIAS URUGUAIAS DOMINANDO O ALTO RIO.”

Artigas é uma cidade “extensa”, mas isso não muda o fato de que o único movimento na cidade é na avenida principal, que é a mesma da ponte, é uma rua reta, onde ficam os GRANDIOSÍSSIMOS Free Shops e tal.

Estacionamos perto da Neutral, onde encontramos um restaurante, ou melhor, um bar com um nome bem peculiar:

LA PIKADA, um banner com salsichão assado e torto, molhadinho… Algo bem… Suspeito.

LA PIKADA

Compramos pouco mais que Pringles, já que tava à R$3,80 cada um, e um chocolate suíço lá no estilo diplomata tamanho maracanã.
Ao sair da Neutral encontramos um sujeito muito peculiar, um cara marombadão, camisa mamãe-sou-fuerte, de preto e um óculos escuro, eu prontamente fiz a representação dele quando ele passou por nós, o Yuri imitou ele usando a sanha do pica-pau, assoprar o dedo pra encher o peito e ficar fortão.

Fomos à Quaraí para comer, já que todo mundo sabe que comida de TICANO não é boa, fora o risco de tudo… No restaurante, esperando encontrar BRBRBRs, um sujeito magricelo e meio pardo nos atende, ele falava de uma maneira incompreensível. Ticano+potuguês, o que os menos preconceituosos chamam de portunhol e sei lá eu o quê… A comida era BR ao menos, uma massa boa, uma saladinha leve, a carne tava diliça.
Ah, a carne.
Não tinha muita coisa além de espeto corrido de carne, e mesmo assim não tinha muita carne, mas tava boa, nevertheless, o problema era o cara servindo, outro ticano. Eu nunca vou esquecer que lá no Uruguai é proibida a mão-de-obra BR, já aqui no Brasil a estória é outra. Estória mesmo. Então o sujeito veio nos servir com a carne e pela primeira vez experimentei o serviço de atendimento TICANOEXPRESS. O cara veio com a bandeja e o espeto com a carne, bateu com aquilo na mesa, jogando o “suquinho” da carne pra todo o lado, não pegou em ninguém, até que ele meteu a faca na carne e cortou como se a minha vida dependesse disso, parecia que tava usando um porrete e não uma faca, voou um pedaço na cara do meu pai, arrancou o pedaço jogando mais um molho na mesa e saiu como se aquilo fosse a coisa mais natural da história. Todos olhamos com os olhos arregalados, meu pai disse “esse é o atendimento desses argentinos e uruguaios…”, fiquei pasmo, nunca vi tamanho desrespeito antes. E logo meu pai comentou da primeira vez que foi num restaurante ticano desses, um restaurante super chique, era uma churrascaria no mesmo estilo, e depois de fazerem os pedidos os garçons vieram com uns panos e capas, meu pai estranhou aquilo, quando viu os garçons colocaram aquilo por cima dos casacos nas cadeiras para não sujar… O Yuri comentou falando “Serviço de primeira!” e meu pai “…” com um sorriso negativo e eu falei “Na verdade seria um serviço de primeira se NÃO ACONTECESSE isso de molho e carnes voando”. Ele concordou e todos rimos em paz.

Voltamos à Artigas e passando pela avenida principal eu e o Yuri vimos uma garota, bem bonitinha, bem branquinha, cabelo moreno sentada em um lugar, com uma cara de tristeza tão profunda, eu fiquei com um pouco de pena da coitada, mas o impressionante é que tinha um sujeito agarrando ela e lambendo o rosto dela querendo dar uns pegas e ela naquela depressão, Yuri e eu pensamos no mesmo “o cara tá molestando a guria, né?” foi uma coisa um pouco perturbadora, porque realmente parecia. Então nos deparamos com um carro, que o Yuri disse ser verde, mas era azul marinho, um carro que vimos anteriormente, um branco, não tenho idéia de qual carro era, era um antigo no estilo meio anos 60.

Fomos às outras lojas, e fomos à um mercado, um desses mercados pequenos mas que são super em relação ao resto. E eu aviso, a inflação do Uruguai tá tipo a inflação do Brasil nos anos 80. A visão do povo lá meio que me deprimiu, mas foi mais nojo que tristeza, todo mundo parecia doente, todos pareciam estar com a peste bubônica, parecia que ninguém tinha tomado banho… Um horror, até encontrarmos isto:

When you see it you will shit bricks. TRIFORCE!

SHIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIT

TRIFORCE! Compre uma poção TRIFORCE e receba uma ESCOVA DE DENTES

Depois de sairmos, eu notei que o pessoal “jovem” só andava em gangues, eram gangues de emos, gangues de pedreiros emo, os marginaizinhos eram bem no estilo aqueles mexicanos dos EUA nos filmes e no GTA San Andreas, uma coisa bem holywood. Mas eu fiquei impressionado com a GANGUE DA BIKE, eram 4 garotinhos, sujos, com cabelos de emo, andando em bikes do tipo camelão anos 50, todas vermelhas, e o liderzinho deles era o mais sujo e o menos baixinho, ele devia ter uns 28 anos, mas tinha 1 metro e meio de altura, a bicicleta que deixava ele perto da minha altura. O líder era o mais badass de todos, ele ia cuspindo e fumando com o cigarro entre dois dedos, PUUUUUUUUUUUUUURAAAAAAAAA BADASSERY. Eu e o Yuri rimos como um todo daquilo.

Depois ficamos por uma hora na casa da prima de um amigo da minha mãe lá, uma super mansão, cheia de artes e umas merdas bem cachorras que ricos têm pra dizer que têm/fizeram, mas que na verdade são coisas ridículas e feias, uns “quadros” de pedra polida com pinturas de tinta guache, uma coisa bem de criança, ridículo, e as mulheres achando o máximo aquilo. Uma dessas casinhas de rico, com um sofá horrendo, 4 lugares, literalmente, se sentar entre um e outro tem um ferro na bunda pra te deixar desconfortável. Muito desconfortável. Meu pai disse que é um sofá para visitas, para que todos fiquem sentadinhos comportadinhos, com uma mesa de centro de vidro, vai se fuder, essas casas de amostra pra deixar os otários procurando financiamento imobiliário babando, nada além disso. As escadas para o segundo andar eram ridículas, não as escadas e decoração, mas a arquitetura daquela merda, era uma coisa extremamente claustrofóbica, se aquilo tiver 2 metros de altura entre o piso das escadas e o teto é muito, srsly, o Yuri disse que o arquiteto era um anão. Só podia ser, o banheiro, ou “lavabo”, em baixo da escada era uma coisa ridícula de 1 metro e meio, é pro cara chegar se cagando, abaixando as calças e pulando no vaso, que fica do outro lado, e não na porta, e tem uns degraus sacanas quase invisíveis descendo na parte da porta, é uma coisa bem retard, o arquiteto daquela merda devia ser muito burro ou uma criança de 2 anos de idade. Quando saímos, encontramos outros dois carros daquele anos 60, um azul claro e um vermelho. 4 Carros daqueles, um azul marinho, um branco, um azul claro e um vermelho.

Depois fomos a um lugar lá perto da praça. Na praça ia ter um evento, alguma coisa estranha lá, bem cachorra, com uma banda ticana cantando umas músicas muito ruins, e os ticanos rebolando lá, uma coisa bem gay. Porque isto é um fato: TODOS ESSES TICANOS TÊM CABELO DE EMO, SÉRIO. Não entendo isso, todos eles tinham cabelo de emo, fiquei indignado. MAS TINHA UNS CARAS MUITO ESTRANHOS, COM UM CORTE DE CABELO QUE EU NUNCA TINHA VISTO ANTES, EU CHAMEI DE MULLET INVERTIDO POR UM ERRO, MAS FICOU PERFEITO, era uma coisa muito estranha, imagine um corte de cabelo militar, é tipo aquele cabelinho bem curto na cabeça, com um porém: o cabelo da nuca era longo, era uma coisa MUITO BIZARRA, MAIS BIZARRO QUE O NICHOLAS CAGE NO PERIGO EM BANGKOK, era um cabelo descontínuo, e um dos marginaizinhos usando o MULLET INVERTIDO lá usava aquilo como o chimbinha, pintado só na parte comprida do cabelo, tipo PRETO E MARROM, uma coisa muito… Inexplicavelmente bizarra.
Dentro do lugar tinha um “lanche” que era só panetone, sanduíche e coca-cola. A coca-cola em uma embalagem que eu nunca presenciei antes:

Garrafa de coca reta... Wait a minute...

Depois daquilo fomos à um jantar que ia ter no CLUBE DEPORTIVO DE ARTIGAS, um nome bem bizonho em português…Era no segundo andar, no terceiro tinha uma festa de quinze anos. A festa me marcou, mas primeiro à janta: a comida era ruim. A porta do lugar onde íamos comer era assim:

Salon Comedor... hum!

Euri duro.
Tinha um mosquito na salada de batata do Yuri, e ele comeu. Serviram Coca-Cola e um derivado do Champagne sem álcool de festas aí, só que mais ácido sulfúrico, uma substância bem ruim, em jarras, ou seja: pra quê gás no refrigerante, né? A carne era muito ruim, só o pão era bom, a galinha tava comestível e o resto… O resto foi. Sério, aquela carne tinha nabo, cenoura, ovo e alguma coisa verde inexplicável no meio, era bem… bizarro.

E então íamos embora, mas tivemos que esperar algumas coisas então ficamos lá fora, porque tinha um vento quase agradável. E lá no terceiro andar tinha a festa, com um DJ muito horrível, ticano, falava palavras indiscerníveis, era uma coisa… Terrível. A música dos ticanos é uma coisa tão bizarra, que nos 30 minutos que ficamos esperando lá fora, parecia que não tinha mudado, era a MESMA BATIDA, por horas. Terrível. Meu pai ficou lá dentro um pouco mais e disse “Aqui em baixo tá cheio de homem… As gurias tavam querendo descer pra fazer farra aqui em baixo mas os seguranças não deixam…” A parte dos homens foi uma coisa bem óbvia. A ratio de homens:mulheres parecia 34:1, na sacada tinham uns 4 ou 5 homens, só homens. Só tinha bola. E então surgiram 8 marmanjos e uma puta com um vestido curto arrumando o sapato, do nada, eles vieram da rua pra entrar na festa, algo MUITO suspeito… E finalmente UM TICANO conseguiu sair com uma guria da festa. Parece que um cara ao menos conseguiu a janta, ou café da manhã.
Então saíram os 5 ou 6 caras da sacada. Ficou vazio, nenhuma sombra noas janelas com aquelas luzes coloridas girando, aquele, com certeza, era o pior DJ de todos os tempos.
Depois saíram dois carinhas com uma garota, e ficaram perto da porta, um deles com certeza era só o cara segurando vela, que na verdade era tão falho que tava tentando acender um cigarro, parecia que tava fumando crack, meu pai disse “não, crack não, era só um cigarro.” e eu “Ah, é verdade, a inflação tá tão alta que até o crack tá caro…”
De repente começou a encher de homem aquela sacada, SÉRIO, MUITO MARMANJO, 2, 3, 4, 5, 7, 9, então eu parei de contar… O Yuri disse “NOSSA, AQUILO VIROU UM SAGU”, eu ri tanto e fui pegar meu celular pra tirar a foto, quando tirei, eram 12 marmanjos, e isso em menos de 30 minutos.

Festa do Sagu, Baile dos jogadores de baseball...

Por sorte saímos pouco após, eu fiquei imaginando, se são 12 a cada 30 minutos… Aquilo lá logo vira um YMCA.

Quando passamos pela ponte encontramos o quinto carro anos 60, um amarelo. ERAM OS POWER RANGERS! Só que faltou o verde que o Yuri pensou ter visto, eram dois azuis, um vermelho, um branco e um amarelo.

Foi uma viagem bem ruim. Que bom que terminou.


Alborghetti faleceu.

Pois é né… eu teria uma lista quase infinita de gente que poderia morrer e ou não ter nenhum efeito ou ter efeito positivo no mundo. Uma lista que sempre cresce, mas mesmo assim, ninguém dessa lista morre, e morre quem não está na lista da morte, e sim na lista dos que merecem ser imortalizados…

Dalborgha era um.

Alborghetti era um homem entre os homens. O mais durão entre os mais durões. Ele era um herói.

Dia 9/12/09 se foi o nosso herói, sendo imortalizado na mente daqueles que o lembram com carinho, com uma toalha do pescoço e um porrete na mão.

Se querem saber sobre o Alborghetti, leiam na wikipedia clicando aqui, e depois lendo sobre ele na opinião dos durões aqui.

  • Bandido bom é bandido morto!
  • Cadeia nele já!
  • Bandido é bandido, malandragem! E bandido você tem que mandar matar!
  • Tá mais quebrado(a) que arroz de terceira!
  • Não tem que construir mais cadeias! Tem que construir mais cemitérios!
  • Tá com pena dele? Leva pra tua casa! Põe pra dormir na tua cama!” (frase dirigida a defensores dos direitos dos bandidos)
  • Vamos tirar a máscara e lavar a cara!
  • Falsos profetas, falsos moralistas!” (para os supostos defensores dos direitos humanos)
  • Cadeia pra vocês, vagabundos!
  • Vai sentar na tromba do elefante!
  • Vamos rezar para o negão, o traficante morto, para beneficiar a família brasileira.
  • Vai pro inferno Satanás!
  • O fulano peidou pra muzenga!
  • Mataram mais um assassino. Aleluia!
  • O fulano agora está no colo do capeta!
  • Eu fico desgraçado da minha cabeça.
  • Tem que meter uma trolha no anel de couro desse…

Não vou me extender mais.

Alborghetti foi e sempre será um herói. Triste que eu queria ter postado um post 10x mais longo quando ele ainda estava vivo, mas quando descobri que o câncer tinha metástases, foi triste demais.

Sua memória será perpetuada por todos aqueles que o idolatraram.

Descanse em paz, guerreiro.


Noiva “Gótica” é espancada por casar de preto

Honestamente, eu andava muito deprimido com tudo ultimamente, tava tudo chato, ruim, não to cosneguindo evoluir no NaNo… Então aparece essa luz no fim do túnel: UMA PORRA DE UMA EMO GORDA FOI ESPANCADA.

 

Nossa, nenhum de vocês tem noção do quanto isso aliviou minha alma, tirou um peso do meu peito, o quanto fez eu relaxar e perceber que NEM TUDO está perdido ainda. Ainda há gente decente no mundo, ainda há aqueles que merecem aquele prêmio especial, aqueles que vão ganhar acomodações de luxo no inferno, sem penitência, sem sofrimento eterno.

Fonte O Globo

A matéria diz que é por se casarem de preto, HAR!

Essa emo escrota e seu namoradinho metidos à punkzordsgóticos, e, por favor, não venham com essa história de punk =/= gótico =/= emo, é a mesma merda que dizer que aipim é diferente de mandioca e macaxeira.

Eu honestamente senti um orgulho de saber que ainda tem gente decente no mundo capaz de meter as mãos na massa. Esses emos marcaram o casamento no halloween pra casarem de preto, pirecing e essas bostas, VÃO À MERDA. Bando de loser de merda, não tiveram nada que não mereceram, um porradão de direita sempre funciona.

Mas o pior não é isso, o pior é o noive escroto que não passa de um gordo, ele deixou baterem na mulher dele, é EMO ESSAS PORRAS, a única coisa diferente de emo que punk tem é que punk sabe brigar, emo/gótico fica choramingando.

 

HAR HAR, LUA-DE-MEL FERRADA, NOSSA COMO EU ME DIVIRTO!

HELL YES!


O Brasileiro e o Orkut

Eu já recebi uns 80 emails dizendo a mesma coisa… Provavelmente você também. Citar-lo-ei:

Texto de autoria de Marco André VizzorttiProfessor de Informática da USP

O ORKUT apareceu como uma forma de contatar amigos, saber notícias de quem está distante e mandar recados. Hoje está sendo utilizado com o propósito de, creio ser o seu maior trunfo, obter informações sobre uma classe privilegiada da população brasileira. Por que será que só no Brasil teve a repercussão que teve? Outras culturas hesitam em participar sua vida e dados de intimidade, de forma tão irresponsável e leviana. Por acaso você já recebeu um telefonema que informava que seus filhos estavam sendo seqüestrados? Sua mãe idosa já foi seguida por uma quadrilha de malandros? Já te abordaram num barzinho, dizendo que te conheciam faz tempo? Já foi a festas armadas para reencontrar os amigos de 30 anos atrás e não viu ninguém? Pois é. Ta tudo lá. No ORKUT. Com cinco minutos de navegação eu sei quantos filhos você tem, tem um namorado, estuda no colégio tal, freqüenta cinemas. E o melhor de tudo, com uma foto na mão, identifico seu rosto em meio a multidões, na porta do seu trabalho, no meio da rua. Afinal, já sei onde você está. É só ler os seus recadinhos. Faço um pedido: Quem quiser se expor assim, faça-o de forma consciente e depois não lamente, nem se desespere, caso seja vítima de uma armação. Mas poupe seus filhos, sua família, seus amigos, poupe sua vida Íntima. O bandido te ligou pra te extorquir dinheiro também porque você deixou. A foto dos meninos estava lá. Teu local de trabalho tava lá. A foto do hotel 5 estrelas na praia tava lá. A foto da moto, do carro que está na garagem estava lá. Realmente somos um povo muito inocente e deslumbrado. Por enquanto, temos ouvido falar de ameaças a crianças e idosos. Até que um dia a ameaça será fato real. Tarde demais. Se você me entendeu, ótimo! Reveja sua participação no ORKUT, ou ao menos suprima as fotos e imagens de seus filhos menores e parentes que não merecem passar por situações de risco que você os coloca. Se acha que não tenho razão, deve se achar invulnerável. Informo que pessoas muito próximas a mim e queridas já passaram por dramas gratuitos, sem perceber que tinham sido vítimas da própria imprudência. A falta de malícia para a vida nos induz a correr riscos desnecessários. É o cúmulo, marcar encontro através do orkut, uma infantilidade. Quer ser irresponsável? Que seja sozinho. Quer ser DESLUMBRADO(A)? Seja, mas poupe as pessoas que você gosta. Não só de Orkut vive a maioria dos internautas.
Temos uma infinidade de portas abertas e que por um descuido colocamos uma informação que pode nos prejudicar. Não conhecemos a pessoa ou as pessoas que estão do outro lado da rede… O papo pode ser muito bom, legal. Mas disponibilizar informações a nosso respeito pode se tornar perigoso ou desagradável. Portanto, cuidado ao colocar certas informações na Internet.
PS: – Passe a todos que você conhece e que utiliza o Orkut, 1Grau, Gazzag, NetQI, Blogs, Flogs, etc… para que todos tenhamos consciência sobre o assunto e possamos colaborar com a diminuição do crime.
Um abraço.

É engraçado que sempre citam o autor, jamais uma fonte, ou seja, o cara teve saco pra mandar pra TODA A USP e TODA A USP MANDOU PRA TODO O BRASIL. E MAIS engraçado ainda é que eu já vi outros 3 autores: Arnaldo Jabor, Boris Casoy e o comentarista do jornal do SBT que eu não lembro o nome.
Eu, pessoalmente, não acredito que algum deles tenha escrito tal MERDA, eu não conheço o professor, mas a chance de um professor da USP de escrever algo com tamanha quantidade de MERDA é pequena, porém há.

É sério. Agora vamos aos fatos:

– Começa todo bonitinho, falando que brasileiro é burro e que orkut é coisa do demo, que todo mundo só se ferra, e aqui só teve tanto sucesso porque todos são ignorantes. – ÊÊÊÊÊ! Tá correto!

– Criminosos vão lá e descobrem tudo da tua vida blablabla. – ÊÊÊÊÊÊ! TÁ CORRETÍSSIMO!

– E então bate a frase: ” > Por que será que só no Brasil teve a repercussão que teve? Outras culturas hesitam em participar sua vida e dados de intimidade, de  forma tão irresponsável e leviana.”

Sério? Outras culturas são tão melhores que o Brasil que TODO MUNDO em TODOS OS OUTROS PAÍSES não usam redes de relacionamento e informam seus dados de forma irresponsável e leviana? Sério? Alguém realmente acredita nisso?

Tá, um otário ignorante lendo isso realmente pensa “éééé verdaaaadeeee…”. Agora, pare, pense, reflita, REALMENTE, OS OUTROS PAÍSES SÃO TÃO MELHORES ASSIM?

Algum de vocês já entrou no MYSPACE? Aquilo é o LAR dos emos, aquilo lá serve perfeitamente pra todo mundo MOSTRAR TUDO DE GRAÇA, TUDO QUE TÊM, ENDEREÇO, TELEFONE, E AINDA COM DIREITO A LINKS PARA SITES DE TERCEIROS, OS QUAIS… Não merecem comentários.
Agora vejamos, FACEBOOK, você já parou pra ler o que tem no FACEBOOK das pessoas comuns? Elas MOSTRAM ATÉ O EXATO SEGUNDO EM QUE SAÍRAM, PARA ONDE SAÍRAM… Ridículo.

Twitter? Igual ao facebook. Fotologs(flogs) e Blogs por aí… Nem preciso dizer nada né?

Outras culturas não dão informações de graça? Sabe, já vi MUITAS E MUITAS RAIDS serem tão bem sucedidas, porque os caras colocam nome e telefone na internet. Ligar pra fazer ameaças é a coisa mais win que existe.

Todo o “humano” comum, o povo, você mesmo, lendo isso, seu otário, você não passa de mais um desse povo, por mais especial que PENSE ser, todos estes da cultura pop ocidental SENTEM UMA NECESSIDADE DE TER SITES DE RELACIONAMENTO E MOSTRAREM TUDO QUE TÊM. O brasileiro só parece ser o mais imbecil porque o Orkut é o ÚNICO que o povo brasileiro (incluindo o professorzinho ali) visita.

Mas não esqueça, existem operadoras que dão informações de graça, como telefones e tal de empresas, ao pesquisar sobre a empresa qualquer um pode conseguir tudo sobre os donos, ou, como é chamado no texto, a classe privilegiada. Sem contar que não é necessario ter o telefone na internet pra receber um desses golpes de extrosão. EXISTE O CATÁLOGO TELEFÔNICO.

Outro detalhezinho. O povo todo que acessa o Orkut são os ignorantes e políticos, pra atacar um político de alguma forma criminosa, o Orkut não é nem perto de necessário. E nenhum criminoso comum brasileiro vai ficar estudando todos os passos de um cidadão qualquer só porque ele parece ter alguma coisa de valor. Até porque todos sabem que só os emos têm coisas de rico. Eles são os alvos, e eu to MUITO feliz que eles sejam os alvos.

Mesmo o texto tendo umas merdas destas, que qualquer um com o Q.I. acima de 10… OPA! Brasileiro tem Q.I. médio de -3… Que droga… Mesmo assim qualquer um com ALGUM Q.I. sabe que dar todas as informações na internet é algo retardado. Porque apesar de ruim, o texto parece ser bom pra “assustar” os ignorantes, e medo é o único jeito de convencer o povo, e é pura verdade, dar seus dados na internet é pedir pra levar um cabo de vassoura no orifício anal.
Engraçado que tem outros caras por aí que dizem “nossa, isso é PUUUUURA verdade!!! eu q sou um cara que adora teorias conspiratórias, percebi que isso é tããããããooo verdade, acreditei em tuuuuuuudoooooo”, esses são os elitistas brasileiros. Ludicrous.

Se eu tivesse tempo ficaria aqui escrevendo mais dessas bobagens, mas eu não tenho. Boa noite.


Favela Pegou Fogo e Ninguém Morreu

Como diria um de meus ídolos, Alborghetti, isso é um absurdo! Uma palhaçada! Sério, qual é? Uma favela pega fogo em São Paulo e NINGUÉM MORRE.

Favelas são “conjuntos habitacionais” (se é que se pode chamar uma coisa daquelas de conjunto habitacional) em que um bando de marginais resolveu montar seus barracos para não pagarem nada pela terra, não pagarem imposto e poderem ganhar dinheiro do jeitinho brasileiro – trabalho informal: tráfico, prostituição, crime organizado, terror, roubos, assaltos e escolas para pequenos faveladinhos se tornarem Fernandinhos Beira-Mar.

E então alguma coisa divina acontece e uma favela inteira pega fogo. Somente 5% da mesma não foi atingida, e NINGUÉM MORRE? COMO ISSO?! Um bando de miserável, desempregado, que faz com que nossos impostos aumentem e a criminalidade piore, são acometidos por chamas divinas e NINGUÉM MORRE?! Sério, vaso ruim não quebra, nem se jogar no chão, né?

Quem dera as favelas do Rio pegassem fogo, isso sim seria bom. Uma maravilha.

Favelas são coisas de gente que não quis aderir ao MST,mas que fazem a mesma coisa. Se apropriam do que não é deles, abusam daquilo, sonegam impostos, não arranjam emprego formal, pioram tudo no país e no município… Rezo para chegar aos 70 com saúde, para chegar com um fuzil em um baile funk, atirar em todo mundo e gritar “AQUI TÁ O MARTELO E O MARTELÃO!”.

O pior é que os direitos humanos protegem esses miseráveis e dão abrigo aos favelados. Não fazem nada além de sugar tudo do país ainda abusam e pedem ajuda. Eu odeio esse governo vagabundo e chinelão. Um governo “enabler”.


National Novel Writing Month

NaNoWriMo for short.

O site é completamente em inglês, PORÉM você PODE ESCREVER NA LÍNGUA QUE QUISER. Não tem problema se é em inglês, alemão, húngaro, finlandês, português, espanhol… Qualquer língua com alfabeto latino é 100% compatível, o problema real é escrever em alguma coisa que não seja no alfabeto latino, daí pode dar um bug no contador de palavras. Mas eu duvido que alguém que lê isso vá querer escrever em afrikaans, né?

A propósito, você pode usar o software que quiser pra escrever, informações sobre o envio do próprio livro serão dadas no meio de novembro.

National Novel Writing Month, que não tem nada de nacional, tem mais pra internacional, mas como eles mesmos dizem, International Novel Writing Month não soa tão bem quanto NaNoWriMo.

NaNoWriMo é um tipo de “competição” que qualquer um pode aderir à, é só gostar de escrever, ter muito tempo livre e… Tédio em excesso. A idéia do mesmo é escrever um “livro” dentro de 30 dias. Sério. Na verdade é escrever alguma coisa próxima a um livro com no mínimo 50.000 palavras. Qualquer coisa próxima a um livro. O objetivo do “jogo” é escrever, é como o jejum do Ramadã, “auto-controle, conscientização, ultrapassar barreiras pessoais” e todas essas frescuras.

Isso pode parecer MUITO assustador, a princípio, mas não é, sério. A idéia da competição é escrever 50.000 palavras em um mês, eles não vão ficar lendo um por um, não vão ver qual tem a melhor história, eles tão se lixando pra isso, o que importa é quantidade, não qualidade. É tudo selecionado por um contador de palavras, tudo que necessita é ter no mínimo 50.000 palavras em um arquivo de texto, com isso já está concorrendo.

A idéia em si é muito mais pela diversão que pela intenção de escrever algo épico, por isso eles não ligam se tem absurdos ridículos ou um shakespeare escrevendo, é tipo um sorteio, nada mais.

Claro que não é qualquer um que acaba conseguindo escrever tudo isso, mas só por tentar a pessoa se torna suprema. É bem como os criadores de Lost fazem, têm um prazo pra escrever qualquer merda que possa passar na TV, não precisa de edição, não precisa de correção, não precisa de lógica ou coerência, só precisa de 50.000 palavras.

Obviamente o caminho até 50K é árduo, tortuoso, depressivo, perigoso e até letal, mas só por chegar lá, é algo supremo. Sério.

Tudo isso é só pra sacanear escritores que passam na faculdade de letras, entram na academia de letras e tentam escrever livros seríssimos sobre a vida e sua singularidade, enquanto vagabundos como Paulo Coelho vão lá e escrevem um monte de bobagem e todos adoram.

Faça o que Paulo Coelho fez e se torne um escritor supremo, sendo medíocre!

O mais legal é que o NaNo nos faz apenas criar, nos força a esquecer toda aquela porcaria de edição, aperfeiçoar uma história que no fim não passa de uma porcaria, não tem nada disso, é só criar, criar, escrever, escrever, escrever mais, escrever mais ainda, beber, fumar, se deprimir com bloqueios, e escrever sobre os bloqueios, assim conseguindo mais criatividade para que consiga escrever mais, escrever muito mais ainda e chegar ao dia 30 de novembro com até megabytes de palavras que não tem nada a ver, enquanto escritores ficam lá bebendo, fumando e se deprimindo, porque dependem daquela porcaria pra comprar o pão na semana que vem.

No final você se torna mais um escritor, mais um mal-sucedido escritor e aproveita a vida de um. De um escritor que não tem dinheiro. E que provavelmente nem vai ganhar algum escrevendo.

Obviamente que é passível de trapaças, mas trapacear em uma competição totalmente pessoal, sem prêmios além de reconhecimento no final do mês… É retardado, a lógica é escrever uma coisa dem 30 dias, não escrever um perfeito livro pra todos verem, já que eventualmente alguém verá.

Então se você, gosta ao menos um pouco de escrever, gosta de livros, tem tempo livre, vá lá, cadastre-se, prepare-se, fique tenso, fique ansioso,  chore, emocione-se e tente. Só por tentar você já é melhor que o resto.

Outra coisa, o NaNoWriMo tem as dicas mais úteis que já vi na minha vida, sério. Nenhum livro de auto-ajuda ou Paulo Coelho jamais faria eu não desistir quanto as dicas inteligentes do NaNo, ao se cadastrar, o email automático de confirmação manda 3 dicas:

1 - Não tem problema não saber o que está fazendo. Sério. Você já leu muitos livros, então tem chance de fazer isso. Não tem problema ir aprontando a história antes, também pode simplesmente começar, mesmo que não saiba o que a história é.

2 – Não edite. Editar é para dezembro. Pense em novembro como um mês totalmente experimental, somente escreva, crie e coloque lá, deixe aquelas frases terríveis, ou coisas sem sentido ali pra apagar depois. Seu editor interior(se é que possui um) vai ficar irritado, mas ele é só um otário que acha que consegue escrever algo perfeito na primeira vez, e sempre falha miseravelmente.

3 - (minha favorita) Diga a todos que conhece que está escrevendo um livro em novembro. Isto valerá MUITO na segunda semana, quando aquela vontade de desistir estiver no seu pescoço, e a única coisa que vai fazer com que você não desista é a vergonha dizer a todos que desistiu, a vergonha de parecer patético na cara deles. Sério, isso é TÃO verdade. O medo da própria humilhação é algo extremamente útil.

3.5 - Vai haver um ponto em que você vai querer desistir em novembro. Tudo bem, não tem problema, todos que já venceram já quiseram desistir, TODOS já passaram por isso. Mas vá em frente, siga escrevendo, vá até o fim. A primeira semana é empolgante e tensa, a segunda semana é deprimente, a terceira semana é muito melhor, a quarta semana vai fazer você querer cantarolar.

Então eu peço, à todos aqueles que gostam, tentem. Seriously. Até porque nem sei se tem uma comunidade brasileira naquilo, e por mais que eu odeie brasileiros, é bom ver alguém da mesma terra em outro lugar. Fora que isso nos dá mais chance de humilhar o Paulo Coelho e seus fãs retardados!

Então cadastre-se e se torne mais um apreciador da arte.

NaNoWriMo !

BTW, se quiserem eu mostro como participar e tudo mais em outro post. Tentarei manter informações atualizadas sobre e colocarei trechos do meu livro aqui, tanto aqui quanto no site.


Rafales ao Brasil – FX-2

É tão engraçado ver estes jornalistas falando na TV  “E mais uma vez o Brasil pensa na proposta de comprar os caças Rafale da frança…” e saber que os ignorantes nem têm idéia do que é um Rafale e devem pensar que são a mesma coisa que o Mirage, talvez com um buraquinho a mais lá atrás.

Sério, a Globo é tão ridícula/controladora/manipuladora que fala sempre sobre a França e faz o pessoal ACREDITAR QUE A FRANÇA ADORA O BRASIL. Sério, ri demais ao ler um BRainwashed em uma mega-trollagem dizendo que se o Brasil entrar em guerra contra os EUA e RU a França iria ajudar o Brasil porque somos amiguinhos rsrs.

Eu não vou me estender e dizer especificações técnicas de cada avião que o Brasil pretende comprar. Razões? Simples: ninguém lê aquelas merdas, quem lê não entende. Então se quer saber SOBRE o avião, entra aqui.

Certo, o Brasil FINALMENTE deu algum andamento ao projeto FX-2, o que é extremamente importante, mas o LULA prefere gastar 3 bilhões com propaganda ao invés de governar de verdade. O jóia é que o povo adora democracia e não percebe que estes são atributos de um governo fascista. HAR HAR HAR!

Então, o Brasil deu andamento à compra de caças.  Vamos começar pelo que o Brasil tem HOJE EM DIA:

A-29, o Super Tucano. Um monomotor. ESTE é o avião produzido pelo Brasil e essencialmente constitui a nossa força aérea.

...

Pode ser o melhor em sua categoria, mas a sua categoria é a pior, depois da comercial.

Triste, não é?

Pois bem, há anos o Brasil comprou vários e vários MIRAGE da França, pra poder dizer que tem algum avião à JATO nessa joça, porque senão… Seria humilhante demais.

Bonito, e foi ótimo em seu tempo.

Mirage. O Mirage.

O Mirage é um avião que teve uma utilização exímia. Foi um ótimo avião. Foi. Nos anos 70. Estamos em 2009. A força aérea estadunidense é praticamente formada de F-16, F18, F-22 e alguns extras.  Como alguém espera vencer um F-22 com um SUPER TUCANO? Talvez com um Mirage tenha a chance de conseguir chegar perto de alcançar o botão de ejetar.

Então houve a proposta inicial de comprar Mirage-5 da França, os estadunidenses F-16C, os maravilhosos Sukhoi Su-35(se não me engano) e o Gripen NG. Porém com o tempo trocaram o Mirage 5 (porque se comprassem isso seria como trocar um rato por uma camundongo, é menos sujo/feio, mas é a mesma bosta) pelos Rafale, a troca dos F-16C pelos F/A-18 Super Hornet e, de certa forma, a perda lastimável dos Su-35.

Na teoria todos, exceto os Su-35, são MULTIROLE, ou seja, multi-função, são tão bons para ataques terrestres, marítimos quanto fighters (ar-ar, caças). Porém o Mirage é apenas bom para ataques terrestres e medíocre para ar-ar, e o Su-35 é EXÍMIO fighter e ótimo para ar-terra. Não consegui os dados sobre a manutenção.

Vamos por Partes.

Mirage 5- A MESMA BOSTA QUE OS MIRAGE QUE O BRASIL TEM, COM UM NOME DIFERENTE, ERA COMO COMPRAR O Fiat Mille Economy e o Fiat Mille Way, SÃO A MESMA BOSTA, SÓ QUE UM TEM UM ADESIVO A MAIS. Não merece PICZ. Custo de produção de 40 milhões de dólares. O melhor é que ele tem um bom alcance, cerca de 850km ou mais.

___________________________________________________________________________

Sukhoi Su-35 – Sem sombra de dúvidas o melhor, melhor, melhor, mais recomendado de todos os outros. O melhor. Sério.

Ele é lindo, ágil, rápido, poderoso, monstruoso. Ele seria perfeito para o Brasil. PERFEITO, e eu, honestamente teria me suicidado se pudesse ter me tornado piloto – caso o astigmatismo não tivesse emergido por um milagre de deus – e eu não pudesse pilotar um desses. Seu alcance máximo é de 1500km. Fora que é o mais barato para produzir, 35 milhões de dólares. Infelizmente não tenho informação sobre o custo de manutenção, sei que não seria a mais cara de todas, infelizmente não seria exatamente barato. O pior é que tem gente que pensa que o Mirage 2000 é MELHOR que o Su-35, como eu rio. Como eu rio.

Sabe qual é o downside disso? Ele seria simplesmente vendido ao Brasil, sem nada de tecnologia, NADA, seria simplesmente pra livrar o estoque e diminuir a manutenção desnecessária na terra-mãe, ou substituir os custos por equipamento mais moderno, se o Brasil comprasse ficaria 100% dependente da mãe Rússia, assim como o mexicozuela.

Sabe por que é uma vantagem ao estado mexicano chamado Venezuela, ou Colômbia, ou Bolívia – sei lá, são tudo a mesma coisa, não sei nem direito onde ficam, pra mim são a mesma porra, é tudo México – ter comprado vários desses Sukhoi para sua queridinha frota? ELES NÂO TÊM CONDIÇÕES DE PRODUZIR, SÃO NADA. Srsly. Eles não podem produzir, não podem modificar, não podem desmontar e, se a MOTHERRUSSIA não quiser, eles não podem consertar, sabem por quê? Porque o México é um NADA, então os ticanos não sabem como fazer nada, se quebrar um pedaço, perdeu.  Infelizmente isso é o que aconteceu com metade dos Mirage no Brasil, graças à queridíssima França. Isso é o que a Ana Paula Padrão e o William Bonner(boner… HAR HAR!) falam quando dizem “Transferência de Tecnologia”, eles não têm idéia do que significa, devem pensar que isso significa que o país tem que dar uns professores para o outro para ensinar sobre a teoria da relatividade.

Não, essa porra de tecnologia é dar um certo nível de autonomia, mostrando como são produzidas partes do objeto, neste caso são aviões. Então se não sabe como montar, ou ao menos QUAIS peças usar pra arrumar, então é 100% dependente do país vendedor, no caso do mexicolívia, a Rússia. O que torna o país capaz de produzir um avião, na verdade, é a capacidade de construir o motor e os sistemas eletrônicos, o resto é fácil, dá pra desmontar e ver ( aquela coisa de retropesquisa, retromontagem, alguma coisa assim). Por isso o Brasil criou algum cara com a inteligência necessária para que queria comprar baseado na transferência de tecnologia, já que o Brasil TEM condições de produzir ou fabricar, mas provavelmente não vai poder fabricar, vai ficar meio dependente dos outros, tendo que comprar motor e sistemas eletrônicos dos outros… Mas é um início.

Beautiful, is it not?

____________________________________________________________________________

F-16C Block 52 – Honestamente, odiei minha vida inteira os F-16. E, honestamente, eles são os baratos e práticos dos EUA.

Na prática, são inúteis ao Brasil, seu alcance de vôo é de no máximo 650km, só pense na extensão territorial do Brasil, só pense.

E, o pior ainda é que os EUA pretendiam fazer a mesma merda que a rússia, só vender e fornecer MANUTENÇÃO TÉCNICA. Nada mais, NEM MESMO AS ARMAS PRETENDIAM VENDER, ERAMOS AVIÕES.

Custo de 50 milhões de dólares.

Avião nojento.

Avião nojento.

___________________________________________________________________________

Agora em relação à proposta atual: O Brasil está em “dúvida” entre o F-18, o Rafale e fazer uma produção conjunta com a Suécia do Gripen NG.

Gripen NG – Honestamente, o JAS Gripen original não era bom. Não mesmo, era um avião meio… Padrão demais, não tinha nada especial, não tinha nada demais, era só um… extra. O lado bom dele? Ele é barato. Tipo um fusca com asas, mas mais moderno, o fusca com asas é o TUCANO. O Gripen NG está em fase de testes e tudo mais (pior ainda para o Brasil), não lembro se ele pode ser usado em porta-aviões.

A maior desvantagem é que ele é um avião “pequeno”, que consome uma quantidade relativamente alta de combustível, digamos que sua ratio seja de (UM MERO EXEMPLO PARA IGNORANTES) 3km por litro. Ele pode carregar até 350 litros, mas tem o detalhe que ele só utiliza metade, porque tem que voltar, né? O alcance máximo dele, na verdade é de cerca de 500km, isso não dá nem pra atravessar o Rio Grande do Sul. Imagina uma porra dessas atuando na Amazônia, uma piada.

Na teoria, a produção conjunta seria boa, pelo teórico nível de tecnologia que o BR conseguiria, mas o que aconteceria na verdade é que o motor e os sistemas ainda seriam importados, o Brasil só serviria como um operário ajudando a testar o avião, tendo autonomia pra poder consertar o avião, sem encher o saco da Suécia.

Negócio ruim para o Brasil, mas é uma proposta interessante, já que seria um projeto conjunto, em teoria, mas na prática seria uma merda mesmo.

Avião bonitinho, até...

___________________________________________________________________________

F/A – 18 Super Hornet – Um avião bom, BOM, não muito além disso. Acredito que a maior vantagem dele é poder ser levado em Porta-aviões (por isso é tão útil aos EUA), ele é carrier-based. Eu gostava dele quando era pequeno, mas com o tempo eu cresci e conheci o Typhoon. O Super Hornet finalmente tem a capacidade de Tanker, reabastecimento no meio do ar, coisa que, acredito eu, todos os mirage possuíam, os F16 também, o Rafale provavelmente, o Gripen eu não sei, mas a probabilidade é alta. Seu alcance máximo é cerca de 2300km, o que é monstruoso, porém, para isso, são ocupados mais que a metade do espaço para armamento. Ou o otário que escreveu na wikipedia é um retardado e esqueceu que isso é distância de vôo máxima e não o alcance, então o alcance não passaria de 1150km, se este for o caso me corrijam.

O lado ruim mesmo, é que é a mesma proposta que o F16C e os Su-35. Só vender os aviões. Com um pouco de pressão o governo conseguiu fazer os EUA pensarem em dar alguma coisa, mas DUVIDO que seja algo além de “como produzir o vidro da cabine, como fabricar o trem de pouso e mostrar a milimetragem de dois terços dos parafusos(Não todos)”. O que, inevitavelmente, é horrível.

Pode até carregar todas essas coisas, mas os EUA não iam nos dar nem 1/4 disso.

__________________________________________________________

Rafale – O Rafale, na verdade, é uma evolução do Mirage, é tipo o New-Mirage, um New-Beatle, algo no mesmo estilo do Mirage, mas bem mais moderno. Depois do Su-35, a melhor opção para o Brasil, em minha opinião. O Rafale é um bom avião, ele é algo meio equivalente ao F-18, um pouco melhor em vários aspectos, fora que as asas em Delta dão melhor manobrabilidade. Pessoalmente eu sou um fã de asas em delta, mas o Rafale e o Gripen são os que eu menos gosto, não tenho idéia da razão. Tem o exímio alcance de 1.850km, maravilhoso para o Brasil. Pode ser utilizado em Porta-aviões. A França também pretende vender todas as armas necessárias ao Brasil.

O lado ruim dele, na verdade, é que ele é o mais caro, seu custo de produção para a versão da marinha é cerca de 90 milhões de dólares, é cerca de 180 milhões de reais, sua manutenção também não deve ser barata. Mas ele parece ser ótimo para ataques ar-terra, é bom para ar-ar. O ruim, é que como os americanos, os franceses pretendem dar apenas parte da tecnologia, porém dever ser bem mais que os americanos, mas ainda não 100%. Ou seja, não seremos capazes de produzir os nossos próprios Rafale, teremos que montar com motores e sistemas importados, seu alto custo também não tirará os TUCANOS do ar.

Mesmo sendo caro, parece ser o melhor negócio para o Brasil, o Lula aceitou de cara porque é retardado, mas com uma pressão dos caras que entendem conseguimos um pouco mais, parece ser o negócio mais certo.

Ele me lembra um pouquinho o F-16... Talvez por isso não goste tanto dele...

_______________________________________________________________

O Governo Brasileiro anunciou não-oficialmente no dia 07/09/2009 que o vencedor do Programa FX-2 é o Dassault Rafale, e tem a intenção de comprar 36 Rafales com transferência “total” de tecnologia por parte da França. Os fabricantes ainda têm 9 dias para apresentar suas propostas, era pra ter sido finalizado dia 21, mas como o negócio do Rafale não é tããããããooo bom assim (já que essa história de TOTAL não é total), vão dar mais uma chance para os americanos e suécia nos darem algo mais. Duvido que a Dassault vá mudar seu negócio, os amerifags no máximo vão dizer alguma coisa sobre os botões… A suécia também não parece que vai mudar alguma coisa.

Então, é bem provável que daqui há uns 4 ou 5 anos o pessoal em SP e DF vejam uns Rafales voando no dia 7 de setembro. Com muita sorte o RS também. Uma pena que não receberíamos muita tecnologia pelos Su-35, mesmo tendo os novos 37 e 47 no ar… Ter Su-35 na força aérea seria maravilhoso.

Como algum imbecil troca Mirage 2000 pelo Mirage F1? Nossa...

Como algum imbecil troca Mirage 2000 pelo Mirage F1? Nossa...

O mais hilário é que, ao procurar nas imagens do Google por “Mirage” apareceu o maior mirage de todos os tempos, provavelmente a invenção mais aterrorizante de todas: O MIRAGE 2000 F-1 !!!!

Para encerrar este post, mostrarei uma imagem do Typhoon, outra do Su-37 e um vídeo, provavelmente do Sukhoi Su-27.

Beautiful, just beautiful. (Ace Combat 5 e 6)

Beautiful, just beautiful. (Ace Combat 5 e 6)

Su-35  013 (Ace Combat Zero e 6, supostamente o 4 também)

Su-37 013 (Ace Combat Zero e 6, supostamente o 4 também)


Bambam quer ser Deputado

‘De hoje em diante, meu foco é a política. Vou virar deputado’, diz Kleber Bambam

… Segue a notícia (link acima para o original, não tenho nenhum crédito pela mesma):

Depois de Mulher Melão, é a vez de Kleber Bambam anunciar que vai ingressar na carreira política. Durante a inauguração do restaurante Madashi, nesta terça-feira, 21, em São Paulo, o ex-BBB falou do seu novo objetivo.

“De hoje em diante, meu foco é a política e vou virar deputado. Estou estudando ainda se vai ser federal ou estadual e ouvindo algumas propostas para ver por qual partido vai ser”, disse.

“Já vivi os dois lados da moeda: o lado ruim e o lado bom. Vou focar o esporte, a saúde, a educação. Já estou montando minha equipe e daqui um mês vai estar tudo formalizado”, prometeu.

Bambam pretende usar sua popularidade no reality show para sua nova carreira. “Vai ser uma oportunidade que eu vou ter, porque agora eu devo ao povo. Eles votaram em mim para eu ganhar o Big Brother, é uma troca, agora é hora de eu ajudar”, afirmou. “Já pode lançar que eu vou vir como deputado e com força total”, completou otimista.

Agora olhe isso:

Acredito que ao ler todos nós pensamos o mesmo.

Por isso tenho vergonha de ser do brasiu. Tudo graças ao Jornal Nacional 40 Anos.

Brasil !


Por que ter medo de bancos

OBS.: Este post contém VERDADES. Isto se baseia em uma história real. Todos os nomes aqui citados podem e devem ser relacionados à pessoas reais.

OBS.2: Este post é loooooooongo, se você é retardado pode necessitar de MINUTOS de atenção para ler.

OBS.3: Este post é meramente informativo, ele não tem a mínima intenção de fazê-lo lutar por ideais ou planejar uma revolução.

Vocês já ouviram falar em bancos, certamente.

Vocês têm alguma coisa relacionada ao banco: salário, conta, poupança, crédito, qualquer coisa. A economia praticamente precisa dos bancos atualmente.

Então, se têm um Q.I. acima de 2, vocês SABEM que bancos lucram MUITO. MUITO MESMO, NÃO É TIPO GANHAR NA MEGA-SENA 8 VEZES SEGUIDAS, É MUITO MAIS QUE ISSO, INCONTÁVEIS VEZES MAIS QUE ISSO, É UM TIPO DE PROGRESSÃO GEOMÉTRICA MONSTRUOSA. Mas isso não é tudo. Nem perto. NEM PERTO.

Se você lê isto agora é porque: 1) Você descobriu essa página procurando no google(ou algo do gênero) sobre algum jogo ou alguma notícia que viu no jornal, e evidentemente a primeira página do site de pesquisa não era suficiente; 2) Você procurou por algo mostrado em alguma tag e pensando ser algo completamente diferente encontrou isto; ou, o que eu considero o mais impossível 3) Você gosta de ler, e gosta de ler blogs, e leu algum pedaço de algum post e resolveu abrir e ler. Obviamente, não importa qual a razão, você muito provavelmente se arrependeu. Mas o interessante é que pra encontrar o meu blog, há um requisito: você precisa ter um Q.I. acima de 100 (grande povão brasileiro nem tem idéia do que eu estou falando agora, ou talvez sim, porque o fantástico lhes mostrou).

Agora, ao que interessa. Se está lendo ainda, é porque tem um Q.I. acima de 100 e tem muita paciência.

Uma coisa que sempre pensei ser extremamente interessante em ocasiões sociais é que SEMPRE, SEMPRE tem um daqueles caras metidos à “eu sei tudo de tudo, eu sou o gênio, eu ignoro conspirações, EU SEI A VERDADE”, obviamente ele é o cara que mais fala no círculo de gente e ele nega e humilha 90% dos que usam algum argumento, mostrando que eles sabem tudo, mostrando que são arrogantes e não precisam das opiniões do resto. Isso é tão hilário, porque se eles realmente fossem tão mestres assim eles não estariam em tais ocasiões, tampouco estariam se mostrando mestremen para que todos lhe julguem mestre. Um mestre ficaria quieto em um canto, ignorando tudo, pensando, ou tentando aproveitar a ocasião, porque a maior parte do tempo suas vidas são ruins/estressantes/terríveis/falhas.

Então, sempre é muito hilário quando estes “mestres” estão debatendo política ou economia, – religião é o tema que ABSOLUTAMENTE NENHUM “mestre” CONSEGUE ENTENDER, ENTÃO FALAM A MESMA MERDA DA SUPERINTERESSANTE, é inútil debater sobre religião nestas ocasiões – e é engraçado ouvi-los negando todos os argumentos, mostrando que eles sabem. É mil vezes melhor que assistir qualquer debate. Estes “mestres” se consideram os caras mais inteligentes, os caras com o maior Q.I. do recinto, se possível do mundo. Então eles vão lá e falam sobre economia e começam aquele assunto óbvio: “negócios que dão lucros”, eles que sabem e guardam a cartada para quando ninguém sabe mais o que falar. Então quando ninguém mais sabe o que falar eles vão lá e dizem a coisa mais sábia de todas da noite(lógico, para eles é muito sábio…) “Sabem o que REALMENTE dá dinheiro?… Imóveis! Há! (IN YO FACE!)”.

Então alguns, mais ignorantes ficam meio “quê?” e outros mais sábios “é verdade…” E no fim ele é dito como o sábio. Aqui eu quebro sua cara.

Não, imóveis não dão tanto dinheiro. Só porque você pagou MUITO por sua casa e sabe os juros que pagou, então logo conclui que juros deste tamanho multiplicado por 100, 1000, 50000 clientes! .RIOS DE DINHEIRO!

Wrong, sir! Wrong.

Poças de dinheiro. Poças, comparado ao que acontece na verdade, não são nada.

Certo, imóveis rendem. Sim. Uma casa tem um valor de 25000 para ser construida, sendo que a construtora abusa de vários preços por fins lucrativos. Há muito tempo atrás um cara disse que imobiliárias não ganham dinheiro, quem ganha é a construtora, errado. A imobiliária ganha de duas a 5 vezes mais que a construtora, por casa. Cada cliente pensa em um projeto de casa, a construtora coloca entre 25-100% no preço dos materiais. Então a imobiliária, que “ajudou” o comprador a encontrar a construtora, vai lá e coloca um preço de 60-500% no preço aumentado da construtora, e ainda cobra altíssimos juros. Se multiplicarmos isso por 100, 1000, 50000, sim, o lucro vai chegar nas casas dos 10 zeros, ou muito mais. Mas isso não é nada.

Quando a constituição americana foi criada, ela foi assinada por caras que manjavam destas sacanagens, eles sabiam que coisas do gênero eram cruéis, mas o pior ainda podia vir, e acabaria por vir: os bancos. A constituição foi feita na esperança de que os bancos não tomassem o poder. Algo que foi esquecido ao longo das décadas e no início dos 90, foi totalmente ignorado. Ao contrário disto, a “constituição brasileira” foi feita e refeita inúmeras vezes, e de modo que sempre algum banco ou outro tomasse o poder.

Sabe o que é pior? Nem 10% da população sabe disto. Talvez alguns estudantes de direito tenham manjado disto, porém eles sabem que é inevitável, e agora irreversível.

Vou explicar de forma simples por que os bancos são muito mais cruéis que imobiliárias.

Você já viu o filme “Diamante de Sangue” ? Deveria. Ele mostra o que os bancos e joalheiros fazem em relação a jóias e diamantes. Algo MUITO lucrativo, mas não chega perto ao que os bancos sabem fazer com um país.

Você certamente já ouviu sobre o Banco Central, certo? O Banco Central é o banco que imprime o nosso dinheiro. O que produz nosso dinheiro, aquelas prensas que saem várias notinhas que aparecem em 90000 filmes. É lá.

Certo, parece uma instituição necessária. Mas você sabe que o Banco Central é uma instituição privada? Pois é, por mais que neguem ou não falem(aqui no Brasil eu nem sei) ela ainda é uma instituição privada, com vários sócios, que lucram, e muito. Muito.

A função do Banco Central é “estabilizar” a economia, não deixando que o povo tenha dinheiro demais. Empresta o dinheiro necessário ao sustento do país. O suficiente para cobrir os rombos que senadores custam [...] – Você sabia que CADA senador custa mais de 30 MILHÕES de reais por ano? Cada deputado e esses cargos “menos importantes” custam entre 6 e 26 milhões por ano. CADA. Não esqueça disso. CADA. Sabe quanto um médico ganha por SALVAR UMA VIDA? Pelo S.U.S., nem cinqüenta centavos. 50 CENTAVOS, R$0,50. Por salvar uma vida, ou pelo menos ajudá-la. Não vou negar, médicos não passam fome, por mais que “ganhem muito” por ano, dentre 20-60 mil por ano, um clínico geral, especialistas variam muito, nem tenho idéia. Certo, um médico não passa fome, vive bem. Mas você sabia que um médico pode passar até 48 horas trabalhando? Pouco menos que isso, questão de MINUTOS menos que isso. Para que possa sustentar sua família bem.
Enquanto isso, um mísero deputado chega a ganhar 100 mil por ano, por trabalhar de terça à quinta, das 9 às 16. Com pausa para o almoço. SEM CONTAR OS BENEFÍCIOS para despesas de viagens, combustível, casa, tudo isso é muito estressante para um político, então ele merece ter suas contas pagas. – perdoem-me por descontinuar, mas há coisas que MERECEM ser ditas. [...] O suficiente para cobrir os rombos que políticos custam e para sustentar estes vários projetos que jamais saem do papel, mas o papel colorido aquele com oncinhas e peixinhos vai embora. Porém, o Banco Central é uma instituição que visa lucro. Lucro. Ou seja, ele não o dinheiro ao país, ele não o dinheiro, ele não serve ao governo. O Banco Central é uma instituição privada, que EMPRESTA o dinheiro, cobrando juros, no Brasil eu não sei quanto, mas imaginem o seguinte: a cada real que o Banco Central empresta ao país, é adicionado um juro de X%, fazendo com que o governo fique devendo 1 real + x% de real a CADA real que sai, e o valor que sai por leva é imenso, ou seja, funciona como um sistema de Juros sobre juros, então o governo se torna um escravo de um banco, tendo que pegar mais dinheiro do BC para que possa pagar a dívida com o próprio BC, sabe quando dizem que 50% do nosso salário é imposto? Esses 50% são para cobrir os originais 27% por pessoa, o “extra” é o que o governo quer de volta para que os políticos não tenham que ajudar a pagar a dívida do governo, ou seja, só o povão paga, os políticos não.

O valor do papel dinheiro é considerado o valor do ouro da nação, porém isso deixou de ser verdade há muito tempo e se tornou apenas números em servidores trancados. Dessa maneira, o BC libera o dinheiro que quer ao mercado, controlando, para que saia caro a quem precisa comprar o dinheiro, e para que não haja excesso e e o preço do dinheiro jamais seja baixo da margem de lucro. Gerando mais lucros, jamais negativos. Jamais.

Imagine que toda a população soubesse disso. Eu diria que nos tempos da Grécia Antiga (com todas as civilizações da época incluídas), isso não seria um problema, o banco poderia ser facilmente cercado, seus donos mortos por gente com orgulho e dignidade, já que na verdade o que valia à eles era seu prestígio, honra, fama. Lógico, o dinheiro também contava, mas o prestígio da época valia muito mais, fazendo como com jogadores de futebol hoje em dia, um homem com muito prestígio era até pago para ir almoçar no restaurante X, para visitar a casa de tal pessoa, porque assim ambos ganhavam um bônus de prestígio. Com o capitalismo isso tudo acabou. O que conta é o dinheiro. Os soldados, os políticos, todos relacionados ao governo estão lá por um soldo, não por prestígio. Estão lá pelo dinheiro, e se é dinheiro que interessa, quem tem pode facilmente comprar quem quer. Quem tem o dinheiro, no final das contas? Os sócios dos bancos, principalmente do Banco Central, não o governo em si;(salvo aqueles grandes fazendeiros, empresários e todos os políticos graúdos). Então, por míseros milhões, o Banco Central poderia comprar todo o exército e metade do povo, fazendo com que os que se puserem contra isto fossem eliminados (de uma forma ou de outra) e novos, que fossem à favor do modo que o BC comanda a economia, tomassem o poder e tudo seguisse normalmente.

Sabe o que é pior que tudo isso? Eles podem fazer tudo isso de modo que o povo JAMAIS perceba. E tem gente que chora com aquelas historinhas de pessoas que sofreram durante a ditadura e cantores mimimi que escondiam opressão no lugar de amor em suas músicas. Bobagem.

E o pior dos piores: o Brasil JAMAIS vai se livrar disto. O Brasil jamais teve e jamais terá um povo que se orgulhe de ser brasileiro, que tenha a bandeira do Brasil no lugar da alma. O dinheiro SEMPRE vai comprar todo e qualquer brasileiro. (Isso me lembra muito um presidente de 9 dedos que comprou milhões de votos com Bolsa Família, Bolsa Gás, Bolsa Cerveja, Fome Zero, Sede Zero, Bolsa Lápis, Bolsa Poeira… fazendo vagabundos se sustentarem com bolsa não-sei-o-quê e jamais arranjar um trabalho. Nego vivendo às custas do meu imposto. Lúdicro.)

Ou seja, é inevitável.

“nigger nigger my nigger nigger nigger.”

Engraçado, sabe quandos bilhões o BC arrecada por ano? Nem eu. Mas ele quer MAIS. MUITO MAIS, assim como os políticos, sabe quanto os políticos arrecadam por ano? MILHÕES SEM CONTAR OS BÔNUS, mas eles querem MAIS, E MUITO MAIS, então desviam centenas de milhares a milhões de verbas públicas para financiar suas humildes mansões.

Por isso não adianta ter esperança sobre o Brasil, nem daqui há 1000 anos essa joça vai mudar. Não mesmo. São utópicos estes que pensam que daqui há umas 3-6 gerações o Brasil vai ser muito diferente. Nem adianta comentar sobre os que pensam que vão mudar algo em 10 anos.

É isso aí, brasileiros. Viver aqui é levar na bunda e adorar. Pena que nem todos admitem, mas muitos vão lá na parada gay, porque eles sabem que tomam na bunda e adoram, levam mulher e filhos. Porque todos vão levar na bunda, e vão TER que gostar.


O fim da TV, o fim da infância, o fim do mundo.

OBS.: Este post contém conteúdo de RAAAAAAAAAAAAGE (material chulo, xingamentos, preconceito e todas as maravilhas da sociedade moderna).
OBS.2: Este post contém VERDADES. Isto se baseia em uma história real. Todos os nomes aqui citados podem e devem ser relacionados à pessoas reais.

Somos das últimas gerações.

Honestamente, todas as gerações se consideram a última em termos de aproveitar infância. Meu pai é um exemplo, ele considerou a minha um lixo, já que eu assistia tv, no tempo dele ele montava e desmontava bicicleta, fazia armas de madeira, usava arco e flecha improvisado pra roubar fruta dos vizinhos. Ele não assistia TV porque na época tudo que podia assistir era TV TUPI e os espermatozóides da globo, com o Sid Moreira. Mas agora realmente acabou.

Eu digo isso porque cada geração é de 5 anos, por exemplo de 56-60, 61-65, 66-70, 71-75… O avanço da tecnologia nestes foi algo supremo. Extremamente bom por vários lados, porém acabou com o que chamávamos de “infância”. Esse pensamento é um pensamento conservador que cada geração tem. As gerações não suportam as que vieram depois, não importa se é o próprio filho, é um pensamento conservador impresso na mente de cada um que já teve infância. (Vão se foder órfãos, crianças-soldado, qualquer merda dessas, não fui um e não me importo com quem é ou quem foi, não têm futuro mesmo, um em um bilhão desses vira um “gênio” e blablabla, tanto faz, mimimi coitadinhos, vão se foder, o seu deus lhes fodeu, não eu, não tenho obrigação de ficar mimimi por esses infelizes)

Meu pai nunca considerou minha infância como uma infância de verdade, porque eu aproveitava TV e ele aproveitava AR.

Eu diria que a infância literalmente acabou na geração 86-90, porém inegavelmente há alguns coitados que foram paridos entre 91-92 que aproveitaram uma infância como a nossa, divertida e de verdade (mesmo não assistindo à Manchete, pegaram pedaços do que sobrou dela no seu fim). Eu, e provavelmente 99,9% dos meus amigos crescemos assistindo coisas épicas, nós crescemos assistindo à Rede manchete, todos aqueles tokusatsus, eram tudo a mesma porcaria com nomes e ordem de cores diferentes (a maioria nunca mudava a cor, o vermelho, amarelo, azul e verde [e preto para os vilões] eram indispensáveis, todos tinham pelo menos um destes, se não todos e mais) mas era algo interessante, era algo cativante, e inegavelmente, se assistir à qualquer um deles, vai perceber que eles tinham lições de valores morais e éticos muito interessantes, os japoneses sempre bateram os americanos nisso, os americanos faziam um episódio do he-man inteiro e no final dava uma cena no meio do nada, completamente sem conexão com o episódio e dizia “NÃO SEJA UM ASSASSINO.” “RESPEITE SEUS PAIS.” “SEJA AMIGÁVEL.”, por mais que “rudimentar”, funcionava. Os japoneses, no entanto, colocavam as liçoes no meio dos combates, algo 123978275809729876x mais emocionante e marcante. Ambos funcionavam. Isso era fato. Ou seja, até assistir Bing Ling Ling o Coelho Ricochete era interessante, era engraçado e ensinava algo. Pica-Pau, Tom e Jerry e a turma da Warner (principalmente pernalonga e patolino e os animaniacs) eram desenhos totalmente humorísticos, com uma cultura totalmente inútil, porém ensinavam algo, nunca ensinaram nada de moral, mas ensinavam coisas úteis com a “cultura inútil“: música, história, cultura… Mesmo que a turma da warner fosse 98% racista, eles ensinavam várias coisas. Isso tudo era parte do entretenimento NÃO-EDUCATIVO, ou seja, os programas em que o foco principal era entretenimento > educação. Além de tokusatsus e os velhos animes da manchete (cavaleiros do zodíaco, samurai warriors, yu yu hakusho…) ainda tinha o glorioso e maravilhoso fantástico Mundo de Beakman! Não tenho nem idéia do que seria minha inteligência e cultura hoje em dia se não fosse pelo velho Mundo de Beakman e aqueles dois pengüins assistindo no pólo sul(ou norte?).  Me criei assistindo Manchete, o Mundo de Beakman e TV CRUJ.

Então o Cartoon Network (e aquela bosta de Nickelodeon), pouco a pouco começou a mudar o seu foco, influenciando assim o SBT e a GLOBO, logo que a manchete saiu do ar (a maior tragédia nacional antes da eleição do lula bolusco) os desenhos começaram a ficar cada vez mais voltados à cultura inútil, a cada novo desenho criado ia encurtando de “cultura inútil” à “ultu inútil” -> “uracul inútil” ->  “ultu inútil” -> “u inútil” até “inútil”. Desculpe-me quem gostava, mas a decadência começara pouco antes de O Fantástico Mundo de Bob. Bob era um intermediário entre os desenhos old e as novas gerações inúteis. Eu até gostei por um tempo, mas no fim enjoei daquele desenho, sei lá, muito idiota. Família dinossauro foi uma das últimas coisas com algo moral dos americanos. Logo surgiu o triste fim da cultura nos desenhos americanos: Du, Dudu e Edu. Nossa, aquilo era triste. Dexter forçava, mas não conseguia nada de cultural/moral. Eu não falo dos japoneses, porque eles melhoraram, com coisas mais morais e mais sentimentais, porém o único anime que passava era Dragon Ball e Dragon Ball Z, no máximo tinha o Fly(que era quase uma cópia de DB). Com o tempo os animes foram cada vez mais voltados à ação e sentimentalismo forçado e forte, hoje qualquer um sofre ao ver aquele bando de crianças se vestindo como travestis e cruzando dedinhos gritando “TOSHIBA MATSUBARAHUTCHAKO SUBARUUUUUUUUUUUU MITSUBISHI PHIIIIILIPS!” jogando faquinhas pra lá e pra cá e colocando laquê nos cabelos, quem usava laquê era a Cassandra, sogra do Caco, caralho! Não é coisa pra criança. Os japoneses passaram do limite, extravasaram. Agora é algo demasiadamente ruim. Os japoneses forçam todos à serem emos. (Pior é ver aqueles retardados que pensam “A RAÇA ASIÁTICA É A MELHOR DO MUNDO, JAPÃO É O MELHOR LUGAR DO MUNDO, VOU MORAR LÁ QUANDO PUDER!”, eu não acreditava que gente assim existia, mas em outro post dedicado à eles, eu mostrarei provas de que o cabrunco está entre nós.)

Ao ver a programação infantil do SBT e da globo, é algo para tremer e chorar. Nossa… Aquele IUDI e aquela vadia lá apresentando o programa é deprimente.
Johnny Bravo e Eu Sou o Máximo eram inúteis, mas eram hilários ao menos. MAS TIRARAM PARA COLOCAR PADRINHOS MÁGICOS, ROBOBOY, BEN 10, CADÊ A GRAÇA?

KD ?
KD ?
KD ?
KD ?
KD ?
KD ?
KD ?
KD ?
KD ?
KD ?


E nem comecem com pokemon e digimon, nossa, aquilo foi triste.

Não consigo imaginar uma criança de hoje em dia, daqui a 3-4 anos chegar e dizer que “a geração de 98 foi a última” no celular ou no mp5, mp9, sei lá, MP5, NO MEU TEMPO ERA UMA SUBMETRALHADORA, PORRA.

Lembrando disso, os video-games, são coisas que, realmente ainda não são coisas 100% deturpáveis com “gerações”. Tem os nerdmasters que diziam “EU JOGUEI ATARI, EU SOU O MESTREMAN”, vai se fuder, space invaders, pqp, ou os bibas sugadores da Nintendo dizendo “COMECEI JOGANDO MARIO E JOGO ATÉ HOJE, SOU fornicação!”, vão à merda, negócio era jogar Top Gear e F-Zero, depois um pouco de Mortal Kombat com os amiguinhos rsrs que não sabiam jogar top gear ou F-Zero.

Nos video-games, ao contrário da TV, as gerações de jogos foram melhorando, porém ficaram estagnadas entre os anos de 2001 e 2006, agora estão decaindo (na maioria, mas alguns jogos épicos ainda continuam surgindo[mgs/assassins creed/infamous/etc]) os jogos não têm mais originalidade. Os jogos nos anos 90 eram totalmente “QUE IDÉIA GENIAL, PRECISAMOS DE MAIS, MAIS, MAIS !!!”, a maior parte dos jogos eram de coisas com relação ao espaço, o que abria uma variedade monstruosa. Hoje em dia os jogos ficam entre RPG, AÇÃO, ESPORTE, ESTRATÉGIA. Daí seguem a mesma fórmula dos jogos de maior sucesso das categorias: RPG – WoW/Final Fantasy; AÇÃO – Goldeneye/Medal of Honor; ESTRATÉGIA – Age of Empires.  Mas isso fica pra outro post. Passei um pouco do limite.

A infância morreu, até a Superinteressante fez uma matéria sobre isso, que droga. Tenho vergonha de ver uma criança de hoje em dia quando adulta. Tenho muita vergonha em pensar nisso, vou ser um velho muito chato, se passar dos 40 anos de idade.

Por isso recomendo: vá assistir alguns vídeos de desenhos antigos no youtube, aqueles velhos musicais, que eles baseavam o episódio todo em uma música, como aquele que o Tom vai se apresentar no piano tocando Liszt. Meu favorito.


Comida Japonesa

Mais uma história super legal.

Naquele tempo eu tinha uma namorada de Três Rios, e raramente ela vinha para Niterói me visitar, já que cada vinda dela era uma coisa planejada cuidadosamente, com capricho de visita de chefe de estado, uma vez que havia toda uma logística de vigilância para que eu não comesse a garota (que todo mundo pensava ser virgem, sobretudo na família dela).

Então, era uma coisa rara e quando ela vinha aqui nosso passeio mais comum era ir ao shopping. Não sei porque cargas d´água a infeliz dava um azar do cacete e sempre que ela vinha crente que iria à praia, chovia horrores. Então o que restava era o shopping.

Um dia eu estava vendo tevê quando numa novela ou seriado, percebi que um cara muito charmoso, o galã ou o antagonista boa-pinta-malvado-feito-o-cão, levou sua vítima sexual para comer comida japonesa. E aquilo ali fez todo sentido para mim.

Eu pensei cá com meus botões: – Que legal, o sujeito leva a moça para um restaurante exótico, mete saquê nela e depois vai pro motel e finaliza o serviço…

Naquele tempo, só tinha dois restaurantes especializados em gastronomia oriental em Niterói. A comida japonesa ainda não era essa febre que é hoje. E é por isso que a idéia de comer comida japonesa me pareceu tão sensacional. Quando ela chegou, eu resolvi impressionar a garota. Juntei todos os caraminguás que eu tinha. Não era muito, uma vez que eu não trabalhava e vivia de mesada, e ainda por cima era fim do mês. Ela queria ir no clássico Mc Donald´s (que também não tem em Três Rios) mas eu falei pra ela:

- J*, hoje eu vou te levar num lugar super legal. Vamos comer comida japonesa.

-É mesmo? Nossa, que legal! Eu nunca comi.- Disse ela com uma expressão de surpresa. – Eu quase falei que eu também nunca tinha comido aquilo, mas sabe como é o cara querendo impressionar, né?

-Ah, você vai se amarrar. Tem que comer de pauzinho, você vai ver… -Bancando o profundo conhecedor de comida japonesa.

-Nossa. será que eu vou saber?

-Claro. É facílimo. Eu te ensino. – Ele, o maioral, a fornicação, o senhor Tokio em pessoa, ehehehe.

Nos arrumamos. Coloquei a minha roupa bonita de fazer exame de fezes e ela se enfiou naqueles micro-vestidos provocantes que só me arrumavam problemas na rua. Fomos direto pro restaurante.

Chegando lá, ela embasbacada com um restaurante todo decorado como construção japonesa. Eu estava embasbacado também, mas querendo bancar o sujeito cosmopolita, cidadão do mundo, o fodão que conhece todo tipo de comida, tentei fazer um ar blasé como se aquilo fosse a coisa mais normal do mundo. Entramos, e havia uma série de mesinhas baixinhas. Novamente o espanto. Novamente meu ar blasé.

O garçom trouxe o cardápio. Quando eu bati o olho, puta que pariiiiu! Era caro para caceta!

-O que foi? – Perguntou ela vendo meu ligeiro desconforto (na verdade, quase um ataque epiléptico).

-Nada, nada. É que… Bem, eles mudaram o menu… – Disse eu olhando para o menu em busca dos preços. Enquanto isso, meu co-processador aritmético, fazia um milhão de contas tentando determinar o que é naquela maldita carta que daria para comer com os parcos tostões que eu tinha.

Depois de muito olhar, eu notei que não havia nenhuma desgraça de descrição do que era cada prato daqueles. Só havia os nomes em japonês. Eu fiquei puto. Era muita monguice fazer um menu de restaurante todo em japonês sabendo que a probabilidade de um japonês alfabetizado entrar lá era infinitamente pequena.

-Você está bem? – Perguntou a J* pra mim ainda intrigada com minha cara. Eu pensei em falar a verdade e assumir que eu era um pela-saco tão do mato quanto ela e que aquilo ali era minha primeira vez também, mas ela parecia tão feliz de estar na cidade grande, num lugar tão sofisticado que eu fiquei com vergonha de bancar o otário. Eu odeio fazer papel de otário, mas quando eu faço, vou até as últimas conseqüências.

-Estou. Estou ótimo. Você quer escolher? – Disse eu, entregando pra ela o cardápio.

Pronto, estava feito o suicídio social e amoroso na minha vida.

Eu não só não havia falado a verdade como não tinha cheque nem cartão de crédito. O dinheiro era contadinho, e eu havia deixado a garota escolher o que pedir.

Enquanto ela olhava em silêncio o cardápio eu pensava na merda que ia ser na hora de sair. Como dizer que não teria dinheiro para pagar? Como pagar o mico de ligar para o meu pai e pedir para ele ir lá pagar a conta? A merda começava a se avolumar cada vez mais e eu devia estar com uma cara de muito pavor porque notei que os caras da mesa ao lado começavam a olhar pra mim.

-Mas está tudo em japonês… – Disse ela. Eu respirei aliviado. A monguice suprema do restaurante havia me salvado.

Qualquer cidadão mínimamente normal iria chamar o garçom e pedir uma sugestão, mas na situação periclitantemente dura que meu bolso estava, eu não daria mais esta chance ao azar. Levantar e sair estava fora de cogitação, uma vez que ela iria passar a maior vergonha e eu mais ainda.

Eu peguei o menu de volta. O menu era cheio de belas fotos e olhei cuidadosamente cada uma das fotos. Foi quando lá no iníciozinho, eu vi uma linda foto de uma cumbuca LOTADA de camarão.

Ao lado haviam uns três troços indecifráveis escritos em japonês.

Dois desses troços eram caríssimos. Um deles era barato. Quer dizer, era caro, mas era o que eu podia pagar. Torci para que o barato fosse a cumbuca de camarões.

Então eu chamei o garçom e apontei para o nome da coisa que eu podia pagar. Pedi aquilo.

O garçom:

-Quantos? – Eu não estava preparado para aquilo. Eu queria ouvir apenas um “sim senhor”. Mas “quantos” realmente me sacaneou.

-Hã?

-Quantos o senhor deseja?

-Errr… Bem, eu não estou com muita fome… (menti. Eu tava com uma forme desgraçada) J* você tá com muita fome? – Perguntei a ela. E como era de bom tom, graças à Deus, a mínima educação a infeliz tinha. Aí ela disse:

-Não… Não muita.

Satisfeito, eu virei para o garçom e disse: Traz um só pra dividirmos. E uma coca. também pra dividir. O garçom acenou com a cabeça e fez uma cara MUITO estranha. Virou-se e saiu.

A cara do garçom ficou na minha cabeça me preocupando por alguns minutos, mas o ambiente era tão legal, tão bem decorado, que eu relaxei e acabei esquecendo dela. Além disso, meu otimismo crônico me tranqüilizava com a idéia de que talvez o garçom tivesse feito aquela cara porque ele queria ganhar 10% em cima de dois cumbucões de camarão.

Dali a pouco veio o garçom trazendo uma coisa estranha. Um guardanapo em forma de leque quente pra caramba.

J* estava em êxtase, eu secretamente havia acertado seu eterno desejo de comer comida japonesa, desde que vira aquilo num filme.

E então depois de um papo de amenidades, veio o garçom trazendo a bandeja. Como nós estávamos sentados na mesa baixinha, não dava pra ver o que havia na bandeja até que ele se abaixou e colocou dramáticamente no meio da mesa.

Ali estava um bolinho. Uma porra minúscula dum bolinho de arroz.

O garçom mandou o clássico:

-Bom apetite. – E saiu. Eu pude ver através da nuca do filho da puta do garçom um sorriso cínico. Meu olhar passeou em câmera lenta por todo o restaurante, desviando-se agilmente dos olhares estupefatos de J* para o bolinho. Eu só parei de olhar em volta quando vi que os caras da mesa ao lado estavam quase fazendo xixi na calça de tanto rir da minha situação escrota.

Então eu tomei coragem e olhei para J*. E em seguida olhei para o bolinho.

-É só isso? – Perguntou ela.

-Acho que é.

-Acha?

-Não, quer dizer. É… Com certeza, é. Sabe como são os japoneses, todos magrinhos…

-Eu não vou comer isso. – Falou ela olhando com nojo para o bolinho que aguardava no meio da mesa.

Pela minha visão periférica eu vi o garçom chegando e por um momento eu pensei que aquilo era um couvert. Eu já ia respirar aliviado quando vi que o garçom colocou uma cumbquinha com umas coisinhas na mesa. Era tipo duma maionese verde e outra com um caldo judeu que parecia óleo queimado.

J* olhou pra mim: – Que isso?

Eu apontei com o pauzinho:

-Isso?

-É.

-Isso, bem… Sabe como é. Isso é uma… Uma maionese. Uma maionese de alface. Por isso que é verde. Quer?

-Não. Cruz credo. Come você.

- E isso aqui? – Perguntou ela apontando para o shoyo.

-Isso aqui é… O óleo que fritou o baiacú. – Disse eu sabendo que desta frase ela só entendeu a parte do “óleo que fritou”.

-Não vai querer o bolinho?

-Acho que perdi a fome. Além disso, parece que tem uma fita isolante em volta dele. – Ela riu.

Eu fiz o meu clássico ar blasé, como quem diz: “Não sabe nada da vida, né minha filha?”

Então eu peguei o bolinho de arroz enrolado numa fita isolante com uma coisa morta em cima, que visívelmente não ia matar nem 1% da minha fome. Como era pouca comida, peguei TODA a “maionese de alface” E caprichei uma escultura em cima do bolinho.

Olhei para o lado, para a mesa dos três caras e todos eles estavam estupefatos olhando pra mim com os olhos mais arregalados que eu já vi.

Não deu tempo de fazer a conexão. Eu enfiei aquela merda na boca.

Era wasabi.

—–Pausa em luto do meu intestino ——-

Continuando, o tal wasabi que eu pensava que era maionese de alface, era a coisa mais sinistramente picante que eu coloquei na minha boca em toda minha vida.

Eu olhei para J* e a vi terminando de beber o último copo de coca-cola que estávamos dividindo.

-Que foi? – Indagou ela.

Eu não conseguia falar. As lágrimas começaram a escorrer pelo canto dos meus olhos e eu só não vomitei ali mesmo porque eu daria um gostinho para os quatro filhos de uma égua da mesa ao lado. Todas aquelas quatro hienas rindo de mim, esperando que eu gritasse, levantasse correndo pro banheiro ou desse um jato de vômito verde-limão na cara de J* no melhor estilo Exorcista.

Eu comecei a sentir minha glote fechar. Eu achei que ia morrer.

Então, eu reuni toda força universo, toda energia dos antepassados, do cosmos, a força de Gaia, mais a energia vital do meu corpo, mentalizei o kundalini e engoli aquela merda.

J* apenas olhava minha cara vermelha, e as lágrimas correndo pelo canto dos olhos.

-Tá quente? Tá ardendo? Tá com pimenta? – Ela perguntava assustada.

Eu só conseguia mexer a cabeça positivamente. Meti a mão no bolso peguei o dinheiro e joguei sobre a mesa. Levantei peguei J* pela mão e saí puxando ela pra fora do restaurante.

A noite terminou no Mc Donald´s, onde deveria ter começado.

Depois disso, eu fiquei anos sem comer comida japonesa.


Brasiu siu siu!

Autor: ?? Dizem ser Arnaldo Jabor.

Duvido que Arnaldo Jabor fosse escrever um texto assim, mesmo assim o texto é melhor que nada, e como precisava copicolar algo, copicolei algo que todo brasileiro devia nascer sabendo, mas parece que só 2% da população compreende.

- Brasileiro é um povo solidário. Mentira. Brasileiro é babaca.
Eleger para o cargo mais importante do Estado um sujeito que não tem escolaridade e preparo nem para ser gari, só porque tem uma história de vida sofrida;
Pagar 40% de sua renda em tributos e ainda dar esmola para pobre na rua ao invés de cobrar do governo uma solução para pobreza;

Aceitar que ONG’s de direitos humanos fiquem dando pitaco na forma como tratamos nossa criminalidade…

Não protestar cada vez que o governo compra colchões para presidiários que queimaram os deles de propósito, não é coisa de gente solidária.
É coisa de gente otária.

- Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão.

Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada.

Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo, ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai.
Brasileiro tem um sério problema.
Quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo.

- Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira.

Brasileiro é vagabundo por excelência.
O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo.

O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe lá no fundo que se estivesse no lugar dele faria o mesmo.

Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo.

- Brasileiro é um povo honesto. Mentira.

Já foi; hoje é uma qualidade em baixa.
Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso.
Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas.

O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça.

- 90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira.

Já foi.
Historicamente, as favelas se iniciaram nos morros cariocas quando os negros e mulatos retornando da
Guerra do Paraguai ali se instalaram.
Naquela época quem morava lá era gente honesta, que não tinha outra alternativa e não concordava com o crime.
Hoje a realidade é diferente.
Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como ‘aviãozinho’ do tráfico para ganhar uma grana legal.
Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3 mas não milhares de pessoas.
Além disso, cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas.

- O Brasil é um pais democrático. Mentira.

Num país democrático a vontade da maioria é Lei.
A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente.

Num país onde todos têm direitos mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia.
Num país em que a maioria sucumbe bovinamente ante uma minoria barulhenta, não existe democracia, mas um simulacro hipócrita.
Se tirarmos o pano do politicamente correto, veremos que vivemos numa sociedade feudal: um rei que detém o poder central (presidente e suas MPs), seguido de duques, condes, arquiduques e senhores feudais (ministros, senadores, deputados, prefeitos, vereadores).
Todos sustentados pelo povo que paga tributos que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder. E ainda somos obrigados a votar.

Democracia isso? Pense !

O famoso jeitinho brasileiro.
Na minha opinião, um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira.
Brasileiro se acha malandro, muito esperto.
Faz um ‘gato’ puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar.

No outro dia o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, silenciosamente ele sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto… malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação, mas e daí?
Afinal somos penta campeões do mundo né?? ?
Grande coisa…

O Brasil é o país do futuro. Caramba , meu avô dizia isso em 1950. Muitas vezes cheguei a imaginar em como seria a indignação e revolta dos meus avôs se ainda estivessem vivos.
Dessa vergonha eles se safaram…
Brasil, o país do futuro !?
Hoje o futuro chegou e tivemos uma das piores taxas de crescimento do mundo.

Deus é brasileiro.
Puxa, essa eu não vou nem comentar…

O que me deixa mais triste e inconformado é ver todos os dias nos jornais a manchete da vitória do governo mais sujo já visto em toda a história brasileira.

Para finalizar tiro minha conclusão:

O brasileiro merece! Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado nesse e-mail, meus sentimentos amigo, continue fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país novamente.
Aí sim, teremos todas as chances de ser a maior potência do planeta.
Afinal aqui não tem terremoto, tsunami nem furacão.
Temos petróleo, álcool, bio-diesel, e sem dúvida nenhuma o mais importante: Água doce!

Só falta boa vontade, será que é tão difícil assim?




A falha de um homem, vista e comentada.


Isto é parte do arquivo, mas resolvi postar pelo bem maior.

Mais uma vez estou a me mostrar neste local sagrado.

Desta vez, mostrando a história de um homem, cujo passado será explicado posteriormente, que simplesmente merece, com certeza, a morte, a falha absoluta, a humilhação, a ridicularidade, a forca, fuzilamento, o que for.

Acredito que não postarei a versão Full do arquivo de texto da conversa, pois nem todas as partes são necessárias, algumas se explicam sozinhas…

Começarei, definindo que, sou o ser “porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?!” e o cara a ser comentado é “- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o .

Princípio – A história de um ser com uma denominação fora de qualquer língua existente e conhecida pelo homem.

A conversa – (essa parte começou com o email dele porque eu tinha excluído o cara anteriormente…)

________________________________________________

ygovascaino@hotmail.com says:
the conteplating fack do bain vin KAMP
ygovascaino@hotmail.com says:
Esti soo do veshion diskenedi vesion for;
ygovascaino@hotmail.com says:
WATCH COME UNDONE…
ygovascaino@hotmail.com says:
Dje ser yes de play, too mizor member street
ygovascaino@hotmail.com says:
A praaay watch come undone me sweet
ygovascaino@hotmail.com says:
E EU NAO SOU OTÁRIO, E EU SEI QUE TU É FAKE DO EDMILSON
ygovascaino@hotmail.com says:
I a vision
ygovascaino@hotmail.com says:
A COME UNDONE…
porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:
não.
porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:
idiota.

_____________________________________________

Neste momento ele surgiu subitamente falando nada com nada pra mim… Minha reação foi de “QUÊ?!”…

_____________________________________________________

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

ei..

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

tow numa encruzilhada

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

ja que tu é u fodao

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

nao tem medo de nada e se livra as situações

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

me diz uma coisa;

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

tem medo de ser humilhado naum?

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

humilhado?

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

cara

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

sério

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

já não chegou a hora do teu suicídio matinal ?

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

é uma paranoia minha

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

eu tenho medo de ser gozado na aula

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

amanha eu tenho que ir pro trab a feira das nacoes

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

so que eu nao vou poder ir

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

e se frescarem comigo no outro dia pq eu nao fui?

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

vá colher amoras.

__________________________________________

O engraçado nisso é que meia hora antes eu tinha falado com o pedro sobre um negócio, eu falei que achava imbecil nas novelas falarem “Vá ver se eu estou na esquina!” e disse que “Vá jantar no inferno!” é muito melhor, e ele me deu a sugestão “Vá colher amoras.”. É algo ridículo, se lá, é hilário…

________________________________________________

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

isso nao diminuio nenhum pouco minha afliçao ¬¬

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

o que vc faria no meo lugar?

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

e por que diabos tu acha que eu teria que ter um mínimo de piedade, consiência e paciência pra me preocupar com a tua

atual situação ?

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

nenhuma obrigacao

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

so tow pedindo um conforto

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

sobre o que vc faria no meu lugar

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

bom

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

eu caminharia, até uma escada, de, no mínimo, um metro a mais que a tua altura, amarraria uma corda bem firme, e

prenderia a outra ponta no teu pescoço, e pularia, com a fé de ganhar dois convites para um restaurante no inferno.

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

aa cara

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

ai tu quer é me zuar

______________________________________________

Esse comentário final é peculiar… Pena que eu demorei pra ver que ficou feio o modo que eu escrevi o negócio de se enforcar, eu tava mais preocupado em ver uns arquivos no pc do que falar com ele… Logo eu trocaria as prioridades.

_______________________________________________________

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

sabe ler ingles?

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

sei. perfeitamente.

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

entao le e traduz

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

vamo fazer o seguinte

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

eu vo te passar uma composiçao minha em ingles

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

se tu gostar dela, tu me ajuda

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

se tu nao gostar, tu nao me ajuda

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

fechado?

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

ajudar no quê?

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

na parada do remorso

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

fechado ou nao?

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

é.

_________________________________________________

Eu comentei com o marcos isso, era um dos únicos que eu tinah à disposição pra tirar sarro… Eu disse “é” para não concordar com o ‘trato’ e não mostrar isso, ele até agora não percebeu…

___________________________________________________

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

ai vai;

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

So unimpressed, but so in awe

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

Such a saint, but such a whore

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

So self-aware, so full of shit

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

So indecisive, so adament

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

I’m CONTEPLATING, thinkin’ about thinkin’

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

It’s overrated, just get another drink and…

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

watch me COME UNDONE…

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

como eu acreditaria que isso é de composição tua? Especialmente por ter noção do… tipo de ….. ser não-celestial que és.

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

They’re selling razor blades and mirrors in the street

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

pray when I’m coming down, you’ll be asleep

If I ever hurt you, you revenge will be so sweet

Because I’m scum, and I’m your son

I come undone

I come undone

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

nesse ctrl+c ctrl+v é chato né ?

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

nao acredita qe é minha?

- /[c=4]+[/c]/ Y g o s i n h o o o . says:

ta colado no paint

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

claro claro

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

paint

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

melhor programa pra edição de textos

porra caralho mas que merda com quem diabos tá meu the sims 2 ?! says:

exato.

_____________________________________________

A princípio essa foi uma das partes que eu mais ri no começo…….. “Tá colado no paint”, minha nossa, eu pensei, esse cara é MESMO um idiota achando que eu vou traduzir essa bosta pra ele que inventa qualquer merda….. A contradição dele é suprema, já não basta o fato de eu NÃO acreditar nele, que ele fala “Uma composição minha em inglês” e depois “Eu criei em português e passei pro inglês” sl, algo assim…

continua.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.